Autoestima e Satisfação Corporal em Idosas Praticantes e Não Praticantes de Atividades Corporais

Por: Andréia Mara Moreira, Cristiane Costa Fonseca, Denismar Alves Nogueira, érika de Cássia Lopes Chaves, Milara Barp e Sarah Salvador Pereira.

Revista da Educação Física - UEM - v.25 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi realizar investigação sobre a autoestima e satisfação corporal de idosas participantes e não participantes de atividades corporais. Essa foi uma pesquisa quantitativa, transversal e comparativa entre 46 idosas participantes de atividades corporais de uma UNATI (Universidade Aberta da Terceira Idade) e 106 idosas cadastradas em um programa de Estratégia de Saúde da Família. Para a coleta de dados, realizada por meio de entrevistas, foram utilizadas a Escala de Rosenberg e a Escala de Silhuetas. O estudo foi desenvolvido no período de junho a dezembro de 2012 e os resultados apontaram que idosas participantes da UNATI apresentam uma autoestima mais elevada (M=35,25, DP=4) quando comparadas as idosas não participantes (M=32,80, DP=5), (p= 0,002), já a autoimagem não apresentou diferença significativa: G1 = 2,47 (DP= 2) e G2= 1,91 (DP= 2), (p= 0,116). Conclui-se que idosas praticantes de atividade corporal apresentam melhor autoestima.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/22050

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.