Autonomia Política e Desenvolvimento Desportivo - Uma Experiência de Gestão Desportiva da Região Autônoma da Madeira

Por: Francisco Fernandes.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Iniciou-se em 1976 um ciclo de desenvolvimento global na Região Autônoma da Madeira, resultante da conquista de um estatuto político administrativo autônomo, ao qual está associada a implementação de uma política desportiva própria. Assim, foi objectivo da investigação encontrar os efeitos sociais e desportivos conseguidos pela política desportiva processada nos primeiros 20 anos de Autonomia Política, procurando esses efeitos ao nível desportivo e ao nível social e econômico, averiguando em que medida esses efeitos se traduziram na situação desportiva da Região Autônoma da Madeira. Como metodologia averiguaram-se os diversos factores de desenvolvimento, nomeadamente, a orgânica, as actividades, o marketing, a formação, a documentação, a informação, as instalações, o apetrechamento, os quadros humanos, a economia/finanças, o normativo e a gestão. Considerou-se, ainda, que as principais áreas em que essa políticadesportiva teve maior expressão foram através de medidas de caracter financeiro; desenvolvimento do parque desportivo; redução das assimetrias regionais; Integração/coesão nacional; alta competição; formação e modelos de organização. Analisados os diversos indicadores efectuou-se a análise da significância da sua correlação estatística, usando o coeficiente R Produto Momento de Pearson, a partir da qual foi possível estabelecer com relativo grau de confiança que, face aos valores apurados relativamente a cada momento de análise (anos olímpicos entre 1976 e 1996), existe uma relação directa e estatisticamente significativa entre as medidas de política desportiva e os resultados aferidos na evolução de cada um dos factores de desenvolvimento.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.