Autopercepção Positiva de Saúde de Indivíduos Octogenários Participantes de Grupos de Convivência

Por: André Junqueira Xavier, Danielle Ledur Antes, Eleonora d’Orsi, , Ione Jayce Ceola Schneider, Marize Am-orim Lopes, Maruí Weber Corseuil Giehl, Rodrigo de Rosso Krug e Susana Cararo Confortin.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.22 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar os fatores associados à auto-percepção positiva de saúde de octogenários participantes de gru-pos de convivência de Florianópolis. Estudo transversal com 343 idosos com 80 anos ou mais, de ambos os sexos, participantes de grupos de convivência. Aplicou-se um questionário em forma de entrevista face a face contendo dados sociodemográficos, econô-micos, autorrelato do estado de saúde, quedas, estilo de vida e o domínio de lazer do Questionário Internacional de Atividade Fí-sica. Para identificar os fatores associados à autopercepção positiva de saúde, utilizou-se regressão de Poisson, ajustada por variáveis sociodemográficas e econômicas, comportamentais, condições de saúde e quedas. A prevalência de autopercepção positiva de saú-de dos octogenários foi de 49,0% (IC95% = 44,0-54,0). Os fatores associados à autopercepção positiva de saúdeforam receber renda mensal maior que 6 salário mínimos (RP=1,39; IC95%=1,01-2,11), fumar atualmente (RP=1,75; IC95%=1,25-2,46), ser fisica-mente ativo no lazer (RP=1,33; IC95%=1,06-1,67), o autorrelato de artrite ou reumatismo (RP=0,55; IC95%=0,37-0,80), de dia-betes (RP=0,54; IC95%=0,37-0,79) e de doenças cardiovasculares (RP=0,71; IC95%=0,53-0,95), além de, fazer uso de medicamento (RP=0,74; IC95%=0,60-0,91). Assim, conclui-se que foram detec-tados alguns fatores modificáveis, tais como renda, tabagismo, ati-vidade física no lazer, uso de medicamento, que podem interferir na autopercepção positiva de saúde de octogenários participantes de grupos de convivência.

Endereço: http://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/7653

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.