Avaliação aeróbia em jogadores de futsal: determinação e comparação do Vo2max em protocolo de campo (T-CAR) e laboratório.

Por: Leandro Teixeira Floriano.

2012 31/10/2012

Send to Kindle


Resumo

O principal objetivo deste estudo foi determinar e comparar o consumo máximo de oxigênio obtido em protocolo de campo (T-CAR) e laboratório. Para tal, dez atletas de futsal treinados (27,4 ± 5,8 anos; 78,8 ± 8,5 Kg; 175,8 ± 6,8 cm e 14,1 ± 2,6 %G) realizaram em dias diferentes as seguintes avaliações: 1) teste incremental intermitente de campo (T-CAR) iniciando em 9,0 km.h-1 (15 m) com incrementos de 0,6 km.h-1 a cada estágio (90 segundos), até a exaustão voluntária. Foram identificadas o pico de velocidade (PV), limiar de transição fisiológica (80,4%PV) e FCmax; 2) protocolo incremental de esteira rolante (0,6 km.h-1 a cada 1 minuto) para determinação do PV, VO2max, máxima velocidade aeróbia (MVA), limiar ventilatório (LV), quociente respiratório máximo (Rmax), ventilação respiratória máxima (VEmax), lactato pico ([la]pico) e FCmax; 3) protocolo de tempo limite (Tlim), na qual os atletas foram submetidos a um exercício em carga constante (100%PV do T-CAR). Desse teste foram determinados Tlim (segundos), VO2max, VEmax, Rmax, [la]pico e FCmax. Nesta ultimo protocolo o VO2 foi mensurado simultâneo a execução do teste. O PV, obtido no T-CAR, não foi estatisticamente diferente da MVA, alcançada em laboratório (p=0,213). Todos os atletas alcançaram seus valores máximos de VO2, na execução do Tlim. O VO2max, relativo e absoluto, alcançado durante a execução do Tlim não diferiu do obtido em laboratório (49 ± 4,7 e 51,1 ± 4,7 ml.kg-1.mim-1, respectivamente) (p=0,100). Não foram encontradas diferenças na FCmax (p=0,095) e VEmax (p=0,373) em campo e laboratório. O [la]pico (p<0,05), assim como o Rmax (p=0,095) apresentaram diferença entre os protocolos, com valores significantemente maiores alcançados em campo. Dessa forma concluiu-se que o PV obtido no T-CAR pode ser utilizado como um indicador de potência aeróbia máxima, assim como, durante a execução de um exercício em carga constante (100%PV) permite que atletas de futsal alcancem respostas cardiorrespiratórias máximas antes da exaustão voluntária.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/101014

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.