Avaliação Bioquímica de Idosos do Projeto Aptidão Física, Força e Saúde do Laboratório de Exercício Resistido e Saúde (leres) da Uepa.

Por: Erik Artur Cortinhas Alves, Estrela Benoliel Barbosa, Josiana Kely Rodrigues Moreira, Tuanny Mourão Gonçalves e .

37º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte - SIMPOCE

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O exercício resistido pode minimizar os efeitos do envelhecimento sobre o corpo, e dentre seus benefícios se pode destacar: a redução da gordura corporal, da pressão arterial e dos triglicerídeos, o aumento do HDL-colesterol, a estimulação do metabolismo dos carboidratos e do sistema imunológico, da resistência e força muscular (MATSUDO, Objetivo: Avaliar as alterações bioquímicas de idosos do Projeto Aptidão Física, Força e Saúde do Laboratório de Exercício Resistido e Saúde. Método: O estudo foi realizado com 31 idosos, de ambos os gêneros, com idade igual ou superior a 60 anos, praticantes de treinamento de força no LERES (Laboratório de Exercício Resistido e Saúde) da UEPA, nos horários de 7:30h, 8:30h e 9:30h, com frequência semanal de 2 vezes e duração de 40 à 50 minutos por sessão de treinamento. Os idosos foram informados sobre a pesquisa, e os que se disponibilizaram a participar do estudo assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido(TCLE). Os dados para a realização da pesquisa foram coletados através dos exames bioquímicos, com a retirada sanguínea de cada idosos participante, por um profissional qualificado. Em seguida foi realizada a análise de colesterol total, HDL, LDL, triglicerídeos, glicose, hemácias, hematócrito e plaquetas. Resultados: A população estudada apresentou 74,2% do sexo feminino e 25,8% do sexo masculino. A média dos níveis de hemácias e hematócrito foram 4,43 milhões e 39,63% respectivamente, estando de acordo com o recomendado. Enquanto a média de hemoglobina e plaqueta, 17,06g/dL e 356.000/mm³, respectivamente estavam acima do recomendado. O nível elevado da hemoglobina pode ser decorrente da desidratação ou devido à reposição de hormônios devido à menopausa ou andropausa. A glicose encontrou-se adequado, 97,03 mg/dL, dentro da faixa recomendada de 70 a 110 mg/dL. Os níveis de colesterol total e LDL apresentaram-se em risco moderado, 215,61 mg/dL e 136,23 mg/dL, respectivamente, em contrapartida o HDL estava desejável, 55,71 mg/dL, assim como a média dos triglicerídeos, 131,23mg/dL. Conclusão: As analises bioquímicas apresentadas nos permitem concluir que a atividade física regular e a adoção de um estilo de vida ativo são necessários para a promoção da saúde e qualidade de vida durante o processo de envelhecimento. As principais alterações observadas foram nos níveis de colesterol total, LDL e plaquetas.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.