Avaliação da Composição Corporal de Atletas de Basquetebol do Sexo Masculino Participantes da Liga Nacional 2003

Por: Arthur Paiva Neto e Marcelo de Castro Cesar.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.7 - n.1 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho se propôs a estabelecer o perfil da composição corporal dos atletas participantes da Liga Nacional 2003 de basquetebol masculino. Foram avaliados 85 atletas de oito equipes participantes da Liga. Os dados foram coletados entre 24/04 e 10/05/2003, sendo avaliados os seguintes itens: peso, altura, índice de massa corporal, peso da massa magra, peso de gordura, dobras cutâneas subescapular, triciptal, biciptal, peitoral, médio axilar, supra ilíaca, abdominal, coxa medial e panturrilha medial. Os seguintes parâmetros foram utilizados na determinação do perfil dos atletas: somatório de nove dobras, somatório das dobras de tronco, somatório das dobras de membros, percentual de gordura (Jackson e Pollock) e índice de massa corporal. A partir destes dados foi verificado, entre os grupos, uma redução na altura na seguinte ordem: pivôs , alas-pivôs, alas, alas-armadores e armadores. Os pivôs e alas-pivôs apresentaram-se mais pesados que os alas e estes mais pesados que os alas-armadores e armadores. Os pivôs apresentaram também maior IMC que os alas e alas-armadores. Nos demais grupos não foram encontradas diferenças. O grupo dos pivôs apresentou maiores percentual de gordura, peso da massa magra, peso de gordura, soma das nove dobras, soma das dobras de tronco e soma das dobras de membros que os demais grupos, os quais não apresentaram diferenças entre si. Os resultados evidenciam que a estatura é determinante na performance dos jogadores por posição e os pivôs apresentam maior quantidade de gordura corporal e massa corporal total que os jogadores das demais posições.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3781

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.