Avaliação da Composição Corporal e da Potência Aeróbica em Jogadoras de Voleibol de 13 a 16 Anos de Idade do Distrito Federal

Por: Adauto João Pulcinelli e Admir do Nascimento Cambraia.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.10 - n.2 - 2002

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a composição corporal (massa corporal, estatura, dobras cutâneas, circunferências corporais) e o nível da potência aeróbica (VO2máx.) de jogadoras de voleibol e escolares da disciplina Educação Física. Trata-se de uma pesquisa descritiva comparativa de design transversal com variáveis de investigação coletadas em dois grupos de sujeitos: Grupo 1, formado por meninas-atletas e Grupo 2, formado por meninas-escolares e, em cada grupo, foram avaliados 25 sujeitos na faixa etária de 13 a 16 anos. A potência aeróbica foi medida indiretamente, através do teste de Cooper de 12 minutos, e a composição corporal foi estimada através da técnica de dobras cutâneas. O teste “t” de Student não revelou diferenças significativas (p<0,05) tanto nas medidas das dobras cutâneas quanto nas circunferências corporais entre os dois grupos. Nas medidas da massa corporal, estatura e potência aeróbica, os resultados apresentaram diferenças significativas (p < 0,05) entre os grupos. A potência aeróbica foi a variável que apresentou a diferença de maior magnitude entre os grupos avaliados.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.