Avaliação da Amplitude de Movimento da Coluna Torácica e Lombar: Revisão Sistemática com Metanálise

Por: Cláudia Tarragô Candotti, Emanuelle Francine Detogni Schmit, Juliana Adami Sedrez e Marja Bochechin do Valle.

Revista da Educação Física - UEM - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

A coluna vertebral apresenta mobilidade e características distintas conforme a região anatômica, e, há diversos instrumentos que propiciam sua avaliação. Esta revisão sistemática objetivou identificar os métodos e instrumentos utilizados para avaliar a amplitude de movimento da coluna vetebral torácica e lombar no plano sagital que apresentam validade e/ou repetibilidade e/ou reprodutibilidade confirmados, evidenciando seus respectivos índices psicométricos. Foram realizadas buscas nas bases de dados BIREME, EMBASE, PEDro, PubMed, Science Direct, SCOPUS e Web of Science, além de buscas manuais. Dois revisores independentes realizaram a seleção dos estudos, extraíram os dados, avaliaram a qualidade metodológica, o risco de viés e a evidência (GRADE). Foram incluídos 46 estudos na análise qualitativa, e destes, apenas sete foram incluídos na análise quantitativa. Há evidência científica, confirmada por metanálise, acerca da reprodutibilidade interavaliador do instrumento fita métrica no teste de Schöber modificado para flexão lombar e da reprodutibilidade intra-avaliador dos instrumentos flexicurva e sistema de análise de vídeo para a extensão e flexão lombar. E, com base nos critérios do GRADE, ainda há baixa evidência científica sobre a validade, repetibilidade e reprodutibilidade dos instrumentos e métodos indicados para a avaliação da amplitude de movimento articular da coluna vertebral torácica e lombar no plano sagital. 

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/36219

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.