Avaliação da Aprendizagem na Educação Física Escolar:Caracterização e Habitus de Professores do Paraná

Por: Evandra Hein Mendes.

127 páginas. 2016 22/08/2016

Send to Kindle


Resumo

Resumo: As disposições objetivas e subjetivas do campo educacional, como as teorias de aprendizagem, as metodologias de ensino, as normativas do sistema escolar, as condições dos alunos e o contexto escolar, determinam a configuração do habitus avaliativo. Sendo assim, este estudo analisou as características da avaliação da aprendizagem e o habitus avaliativo de professores de Educação Física escolar da rede de ensino básico do Paraná. Para tanto, a trajetória investigativa envolveu estudos sobre a produção científica, os indicativos teóricos, as características do processo desenvolvido na prática pedagógica, o habitus avaliativo e as transformações ocorridas. De maneira geral, foi possível identificar que as transformações no panorama educativo, as mudanças conceituais e paradigmáticas relacionadas à avaliação, os debates e discussões desenvolvidos nas reuniões pedagógicas, nos cursos e na formação continuada, e as dificuldades enfrentadas no cotidiano escolar relacionadas às condições físicas e à falta de motivação dos estudantes, geraram a necessidade de adaptações e reestruturações da prática pedagógica e do habitus avaliativo dos professores de Educação Física escolar. Se, ao início da carreira docente, a avaliação desenvolvida na Educação Física reproduzia o modelo vivenciado ao longo da vida, com foco no desempenho físico e na performance técnica, por meio da utilização de provas práticas, ao longo da atuação profissional foram estabelecidos critérios mais relacionados à participação e à análise da evolução dos alunos, ao mesmo tempo que as estratégias avaliativas se modificaram para a utilização de observações diárias, provas teóricas e trabalhos. Da mesma forma que as disposições objetivas do campo educacional determinavam o estabelecimento das rotinas avaliativas, também geraram a necessidade de modificar o habitus avaliativo para atender às exigências das tratativas legais, que indicam a realização de avaliações mais contínuas, diagnósticas, processuais, com critérios mais flexíveis e propósitos formativos. Por outro lado, as disposições subjetivas, que refletem as percepções sobre o contexto escolar, nesse caso, relacionadas à necessidade de manter a motivação dos alunos com as aulas e adequar os níveis de exigência da avaliação às reais condições de aptidão física dos estudantes, também influenciaram para que as transformações ocorressem. Considerando o panorama revelado mediante esta pesquisa, sugere-se a realização de estudos longitudinais para acompanhar os efeitos das mudanças no habitus avaliativo dos professores de Educação Física escolar na prática pedagógica.

Endereço: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000225288

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.