Avaliação da Insatisfação da Imagem Corporal de Adolescentes Obesos Submetidos a Um Programa de Treinamento Concorrente

Por: B. T. C. Saraiva, C. C. Brunholi, C. C. Santos, D. K. Sonvenso, I. F. J. Freitas, J. S. Dias e P. A. Monteiro.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A imagem corporal é a figuração do corpo construída pelo indivíduo em sua mente através do contato consigo mesmo e o mundo e na adolescência, além das transformações psicológicas próprias desta fase, enfrenta também mudanças biológicas naturais que ocorrem no corpo. Nesse sentido, a obesidade tem sido considerada uma condição estigmatizada pela sociedade e associada a características negativas, favorecendo discriminações e sentimentos de insatisfação da imagem corporal. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de um programa de treinamento concorrente de 20 semanas em adolescentes obesos sobre a insatisfação da imagem corporal. Foram analisados 12 adolescentes (peso 86,88 ± 11,56 Kg, altura 163±0,058 cm, IMC 32,27±3,77 Kg/m2 e %Gordura 47,25±4,47) através do Body Shape Questionnaire (BSQ) para medir o grau de insatisfação com sua imagem corporal e dicotomizados com presença ou ausência de distorção da imagem. Foi realizado o teste de Uma Repetição Máxima (1RM) para estimativa da intensidade de treinamento com objetivo de fortalecimento muscular. As sessões de treinamento (60 minutos) eram realizadas três vezes por semana, composto por atividades aeróbias (caminhada e corrida) ajustado para que se garantisse que os participantes permanecessem na zona aeróbia de treinamento com intensidade crescente de 65% até 85% da vVO2pico e treinamento resistidos com carga crescente de 65% até 85% da frequência cardíaca máxima e incremento a cada quatro semanas. Para análise da estatística, após normalidade pelo teste Kolmogorov-Smirnov, os dados descritivos foram expressos em média e desvio padrão e as demais variáveis comparadas pelo test t de Student, adotando-se o nível de significância inferior a 5%. Para a variável de insatisfação da imagem corporal utilizou-se o teste de McNemar (Statistical Package for the Social Sciences - SSPS para Windowns, versão 17.0). Foi observado neste estudo uma diminuição significativa no valor médio do peso (p=0,013) e %Gordura (p=0,005), mostrando que o treinamento concorrente foi eficaz para a redução das variáveis de composição corporal, bem como diminuição no Escore do BSQ (p=0,003), mostrando uma melhora geral na insatisfação dos adolescentes obesos perante sua imagem corporal, que apresentou aumento de 25% para 66,7% dos adolescentes com ausência de insatisfação. Conclui-se que este programa de treinamento foi eficaz para a melhora da insatisfação da imagem corporal em adolescentes obesos.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.