Avaliação das Habilidades Motoras de Crianças Portadoras de Síndrome de Down

Por: A. R. A. Rodrigues, M. G. Araújo e V. M. Rocha.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A ação corporal da criança é caracterizada pela forma como ela estabelece conhecimento e relacionamento com o próprio corpo e com o mundo que a cerca. E é através da exploração de todas as possibilidadesdo movimentarse, que é elaborada a consciência de si mesma e do mundo externo. Daí a importância doconhecimento das habilidades motoras presentesemcrianças portadoras de Síndrome de Down. Este trabalho faz parte de umestudo maior envolvendo a associação das habilidades motoras e o conhecimento corporal destas crianças, caracterizando-se porser descritivo do tipoestudo de caso, onde avaliou-se, utilizando o Protocolo de Avaliação de Habilidades Motoras adaptado de Lefèvre e Sullivan, oito crianças portadoras de Síndrome de Down na faixa etária de seis a dez anos e de ambos os sexos. Foram coletados dados quanto ao equilíbrio estático, dinâmico e coordenação geral. Os resultados obtidos revelaram que independente do sexo as crianças apresentam um déficit no equilíbrio estático, dinâmico e na coordenação motora quando comparados aos parâmetros da normalidade, que os maiores déficits estão relacionados ao equilíbrio dinâmico e também que há uma variação de atraso proporcional à idade da criança. Desta forma concluímos que estas crianças apresentam limitações de atividades motoras, refletindo as restrições inerentes a patologia, que devem ser cuidadosamente analisadas para possibilitar uma estimulação adequada às suas maiores necessidades.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.