Avaliação de Patrocínio de Times de Futebol: Um Estudo Exploratório da Liga Estadual de São Paulo

Por: Kaio Guilherme Cuoghi.

Podium Sport, Leisure And Tourism Review - v.6 - n.2 - 2017

Send to Kindle


Resumo


O Brasil está se desenvolvendo na gestão esportiva, o que faz com que as equipes brasileiras de futebol tirem menos proveito das diversas formas de geração de renda, entre as quais há o patrocínio esportivo. Nesse sentido, dada a sua importância e considerando a lacuna de estudos utilizando novos métodos de avaliação de patrocínio no Brasil, bem como a importância da série A-1 da Liga Paulista de Futebol - Campeonato Paulista de Futebol - que não tem estudado ainda -, este artigo apresenta as marcas que patrocinaram os 20 clubes que participaram do referido campeonato em 2012. Separamos os patrocinadores dos clubes em técnicos e comerciais, apontando o tempo de exposição da mídia televisiva de cada marca para demonstrar estratégias que contribuir para o patrocínio esportivo e para os times de futebol. A pesquisa realizada foi exploratória, com consulta a dados primários e secundários. Portanto, o referencial teórico utilizado foi sobre o patrocínio esportivo e o contexto brasileiro e a avaliação do patrocínio. Os resultados apontaram para uma configuração em que grandes empresas internacionais patrocinavam, preferencialmente, grandes clubes, obtendo ampla exposição na mídia televisiva. Por outro lado, empresas menores, localizadas próximas à sede dos clubes, patrocinavam clubes que participavam com menor frequência no campeonato, obtendo menor exposição na mídia televisiva. Finalmente, o estudo forneceu a percepção dos benefícios que determinadas estratégias de patrocínio para os clubes menores podem gerar, permitindo uma exposição mais ampla da mídia televisiva quando os clubes são patrocinados simultaneamente. o referencial teórico utilizado foi sobre patrocínio esportivo e contexto brasileiro, e avaliação de patrocínio. Os resultados apontaram para uma configuração em que grandes empresas internacionais patrocinavam, preferencialmente, grandes clubes, obtendo ampla exposição na mídia televisiva. Por outro lado, empresas menores, localizadas próximas à sede dos clubes, patrocinavam clubes que participavam com menor frequência no campeonato, obtendo menor exposição na mídia televisiva. Finalmente, o estudo forneceu a percepção dos benefícios que determinadas estratégias de patrocínio para os clubes menores podem gerar, permitindo uma exposição mais ampla da mídia televisiva quando os clubes são patrocinados simultaneamente. o referencial teórico utilizado foi sobre patrocínio esportivo e contexto brasileiro, e avaliação de patrocínio. Os resultados apontaram para uma configuração em que grandes empresas internacionais patrocinavam, preferencialmente, grandes clubes, obtendo ampla exposição na mídia televisiva. Por outro lado, empresas menores, localizadas próximas à sede dos clubes, patrocinavam clubes que participavam com menor frequência no campeonato, obtendo menor exposição na mídia televisiva. Finalmente, o estudo forneceu a percepção dos benefícios que determinadas estratégias de patrocínio para os clubes menores podem gerar, permitindo uma exposição mais ampla da mídia televisiva quando os clubes são patrocinados simultaneamente. obter ampla exposição na mídia televisiva. Por outro lado, empresas menores, localizadas próximas à sede dos clubes, patrocinavam clubes que participavam com menor frequência no campeonato, obtendo menor exposição na mídia televisiva. Finalmente, o estudo forneceu a percepção dos benefícios que determinadas estratégias de patrocínio para os clubes menores podem gerar, permitindo uma exposição mais ampla da mídia televisiva quando os clubes são patrocinados simultaneamente. obter ampla exposição na mídia televisiva. Por outro lado, empresas menores, localizadas próximas à sede dos clubes, patrocinavam clubes que participavam com menor frequência no campeonato, obtendo menor exposição na mídia televisiva. Finalmente, o estudo forneceu a percepção dos benefícios que determinadas estratégias de patrocínio para os clubes menores podem gerar, permitindo uma exposição mais ampla da mídia televisiva quando os clubes são patrocinados simultaneamente.

Referências

Bachleda, C., Fakhar, A., & Elouazzani, Z. (2016). Quantificação do efeito da conscientização e da imagem do patrocinador no relacionamento com o envolvimento do esporte - intenção de compra. Sport Management Review, 19 (3), 293-305.

BDO Publicações. (2015). Valor das marcas dos clubes brasileiros: finanças dos clubes (8th ed.). São Paulo: Author. Retrieved from http://www.bdobrazil.com.br/pt/PDFs/Estudos_Zipados/Valor_das_Marcas_2015.pdf

Chen, HC e Reams, L. (2013). Divisão de futebol universitário americano I Team Attachment: um modelo para a eficácia do patrocínio. Revista Internacional de Kinesiology & Sports Science, 1 (3), 15-24.

Cliffe, SJ, & Motion, J. (2005). Construindo Marcas Contemporâneas: Uma Estratégia Baseada em Patrocínio. Journal of Business Research, 58 (8), 1068-1077.

Crompton, JL (2004). Conceituação e Operacionalizações Alternativas da Mensuração da Eficácia do Patrocínio no Esporte. Estudos de Lazer, 23 (3), 267-281.

Demir, R., & Söderman, S. (2015). Patrocínio Estratégico no Esporte Profissional: Uma Revisão e Conceptualização. European Sport Management Quarterly, 15 (3), 271-300.

Gaspar, M. A. Morais, D. M. G., Vallada Junior, A. C., & Debia, C. A. (2014). Marketing esportivo: um estudo das ações praticadas por grandes clubes do futebol do Brasil. Podium: Sport, Leisure and Tourism Review, 3, 12-28.

Gasparetto, T. M. (2013). O Futebol como negócio: uma comparação financeira com outros segmentos. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 35(4), 825-845.

Globo.com. (2016). Campeonato Paulista: o histórico do campeonato de 1902 a 2016. Retrieved from http://futpedia.globo.com/campeonato/campeonato-paulista

Grynberg, C. A., & Rocha, A. L. P. (2010). Modelos de mensuração do recall de patrocínio esportivo nos consumidores: uma aplicação sobre os patrocinadores da seleção brasileira de futebol. Revista Eletrônica de Administração, 16(3), 564-588.

Hartley, P. (2015). Medindo o Valor dos Patrocínios. Retirado de: https://www.marketstrategies.com/blog/2015/03/measuring-the-value-of-sponsorships/

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2016). Estados: São Paulo. Retrieved from: http://www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=sp

Jalleh, G., Donovan, RJ, Giles-Corti, B. e Holman, CDJ (2002). Patrocínio: impacto na conscientização da marca e nas atitudes da marca. Social Marketing Quarterly, 8 (1), 35-45.

Jensen, JA, & Cobbs, J. (2014). Analisando o retorno do investimento em patrocínio: modelagem da exposição da marca, preço e ROI na Fórmula 1. Journal of Advertising Research, 54 (4), 435-447.

Leite, R. (2016). Exposição de marca ainda é benefício mais buscado por patrocinadores. Retrieved from: https://www.mundodomarketing.com.br/reportagens/pesquisa/36160/esporte-e-a-plataforma-de-patrocinio-mais-utilizada-no-brasil.html

Mattar, M. F.; Campomar, M. C. (2011). Processo decisório para ações de patrocínio esportivo: análise descritiva em empresas patrocinadoras no Brasil. PMKT: Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia, 6, 39-50.

Mazzei, L., de Oliveira, N. S., Rocco Jr, A. J., & Bastos, F. D. C. (2013). Uma análise da produção acadêmica brasileira em marketing esportivo enquanto área multidisciplinar. Revista Brasileira de Marketing, 12(4), 183-200.

Meenaghan, T. e O'Sullivan, P. (2013). Métricas na pesquisa de patrocínio - a credibilidade é uma questão? Psicologia e Marketing, 30 (5), 408-416.

Melo Neto, F. P. (2003). Marketing de patrocínio (2nd ed.). Rio de Janeiro: Sprint.

Moraes, R. (2016a). Patrocínio no Brasil é concentrado em pequenos investimentos. Retrieved from: https://www.mundodomarketing.com.br/reportagens/pesquisa/36177/patrocinio-no-brasil-e-concentrado-em-pequenos-investimentos.html

Moraes, R. (2016b). Esporte é a plataforma de patrocínio mais utilizada no Brasil. Retrieved from: https://www.mundodomarketing.com.br/reportagens/pesquisa/36168/exposicao-de-marca-ainda-e-beneficio-mais-buscado-por-patrocinadoras.html

Olson, EL, & Thjømøe, HM (2009). Métrica do efeito do patrocínio: Avaliando o valor financeiro do patrocínio por comparações com publicidade televisiva. Jornal da Academy of Marketing Science, 37 (4), 504-515.

O'Reilly, N., & Madill, J. (2009). Métodos e Métricas em Avaliação de Patrocínio. Jornal de Patrocínio, 2 (3), 215-230.

Pitts, B. G., & Stotlar, D. K. (2002). Fundamentos de marketing esportivo. São Paulo: Phorte.

Rocco Júnior, A. J., Giglio, S. S., & Mazzei, L. C. (2014). Patrocínio Esportivo e evolução histórica da relação fornecedor-clube de futebol no Brasil e na Europa. Pretexto, 15, 77-92.

Sampaio, C. H., & Perin, M. G. (2006). Pesquisa científica da área de marketing: uma revisão histórica. Revista de Administração Contemporânea, 10(2), 179–202.

Scharf, E. R. (2010). O patrocínio do futebol como ferramenta do marketing esportivo para a construção de brand awareness. Revista Economia & Gestão, 10(23), 80-99.

Slåtten, T., Svensson, G., Connolley, S. e Bexrud, C. (2017). A matriz de motivação de patrocínio (SMM): uma estrutura para categorizar os motivos das empresas para patrocinar eventos esportivos. Revista Europeia de Pesquisa do Turismo, 15, 143.

Vance, L., Raciti, MM e Lawley, M. (2016). Além da exposição da marca: medindo o efeito de patrocínio Halo. Measuring Business Excellence, 20 (3), 1-14.

Walliser, B. (2003). Uma revisão internacional de pesquisa de patrocínio: extensão e atualização. Revista internacional de publicidade, 22 (1), 5-40.

Walraven, M., Koning, RH, Bijmolt, TH, e Los, B. (2016). Benchmarking Performance de Patrocínio Esportivo: Avaliação de Eficiência com Análise Envoltória de Dados. Journal of Sport Management, 30 (4), 411-426.

Zucco, F. D., Rodrigues, L. C., Kock, N., & Riscarolli, V. (2015). Patrocínio esportivo: perspectivas do envolvimento, identificação e prestígio entre fãs e equipe. Podium: Sport, Leisure and Tourism Review, 4(3), 140-152.

Endereço: http://www.podiumreview.org.br/ojs/index.php/rgesporte/article/view/206

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.