Avaliação de Um Programa de Educação Física Escolar Sobre os Hábitos de Vida/alimentar e Aptidão Física Relacionada à Saúde

Por: Fernando Cesar Camargo Braga.

106 páginas. 2016 06/08/2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar o impacto de um programa de intervenção na Educação Física Escolar relacionada à promoção da saúde de escolares adolescentes sobre os hábitos de vida/alimentar e na aptidão física relacionada à: Força/resistência abdominal (ABD); Aptidão cardiorrespiratória (APC); Flexibilidade (FLEX). Estudo caracterizado como uma pesquisa avaliativa, analisando escolares do município de Porto Alegre. Amostra por conveniência composta por 596 escolares, divididos em grupo estudo (Ge) formado por 148 escolares do sexo masculino e 117 do sexo feminino; grupo controle (GC) com 164 escolares no sexo masculino e 167 escolares do sexo feminino participantes das aulas de educação física no segundo semestre de 2015. A avaliação: 1) dos hábitos de vida alimentar foi através do questionário proposto por Torres (1998) e pelo Formulário de Marcadores do Consumo Alimentar indicado pelo Ministério da Saúde (Brasil, 1998); 2) da aptidão física relacionada à saúde pelas normas e protocolos do PROESP/BR (2012). Para análise da intervenção foram utilizados os indicadores de medidas de dimensão do efeito: medida de prevalência (MP), medida de incidência (MI), razão de chance (RC) e processo de valoração (PV). Os resultados quanto ao componente RC mostraram nos hábitos de vida/alimentar para: 1) o sexo masculino do Ge que o programa foi razoavelmente eficaz ou classificado acima para aumento na ocorrência de prática esportiva, ingestão de legumes, frutas, feijão e redução na ingestão de batata frita e hambúrguer; 2) no sexo feminino do Ge o programa foi razoavelmente eficaz ou classificação acima para redução na ocorrência com vídeo game, aumento na pratica esportiva e ingestão de legumes. Com relação à aptidão física relacionada à saúde para o componente RC os resultados mostraram que o programa do Ge foi eficaz, tanto para o sexo masculino quanto feminino. Portanto, os resultados dos indicadores de dimensão do efeito demonstraram que um programa de intervenção é eficiente quando a educação física é organizada com um momento de formação corporal em que a atividade física é desenvolvida de forma regular e frequente, previamente planejada, orientada e proposta para a manutenção ou melhora dos componentes da aptidão física relacionada à saúde.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/151426

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.