Avaliação do Déficit de Rotação Medial e do Encurtamento Posterior do Ombro em Jogadores Profissionais de Basquetebol

Por: Benno Ejnisman, Carlos Vicente Andreoli, Fabricio Wodewotzky, Hugo Maxwell Pereira, Lígia Leme, Ricardo Vinícius dos Santos e Valquíria Nunes.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.18 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O arremesso destaca-se como um dos principais gestos que envolvem a articulação do ombro. Atletas que praticam arremessos acima da cabeça possuem maior propensão a desenvolver lesões no ombro e podem apresentar significativo aumento da rotação lateral (RL) e diminuição da rotação medial (RM). O déficit de RM é chamado GIRD (glenohumeral internal rotation deficit). O objetivo do estudo foi verificar a existência de alterações na mobilidade da articulação glenoumeral em atletas profissionais de basquetebol, bem como verificar se existe correlação entre a ADM de RM e o encurtamento posterior do ombro. 
MÉTODO: Foram avaliados 19 jogadores profissionais de basquetebol. A mensuração da RM e RL do ombro foi realizada através dos métodos de goniometria e biofotogrametria, e também foi realizado o teste para encurtamento posterior do ombro. 
RESULTADOS: Não foram observadas diferenças significantes entre os gêneros e também entre as rotações (RL e RM) quando comparados o ombro dominante e o não dominante, assim como, no teste de encurtamento posterior, não foram observadas diferenças estatisticamente significantes. Não houve correlações entre a diminuição de RM e o teste para encurtamento posterior do ombro. 
CONCLUSÃO: Alterações na mobilidade da articulação glenoumeral em atletas profissionais de basquetebol não foram encontradas nessa amostra, assim como não houve correlação entre a ADM de RM e o encurtamento posterior do ombro.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922012000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.