Avaliação do Equilíbrio Associado Ao Estado Nutricional de Escolares Entre 7 a 10 Anos de Uma Escola Pública de Florianópolis

Por: A. P. P. N. Montoro, C. R. Leite, J. A. Espindola, J. M. Alexandre, M. S. Reis e T. S. Beltrame.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

Na última década um dos principais temas averiguado pela Saúde pública é o aumento da prevalência de obesidade entre jovens. O sobrepeso e obesidade são considerados graves fatores de risco para morbidade na vida adulta, atualmente caracterizado como um dos maiores problemas de saúde pública. Estimativas revelam que o índice da obesidade infantil dobrou nos últimos anos e atualmente atinge cerca de cinco milhões de crianças e adolescentes no Brasil. O equilíbrio é a capacidade de sustento e orientação do corpo em relação ao espaço. O acumulo de tecido gorduroso localizado ou generalizado, provocado por um desiquilíbrio nutricional, pode afetar o equilíbrio postural. O equilíbrio é a capacidade de sustento e orientação do corpo em relação ao espaço, proporcionando o ajustamento do homem ao meio. O efeito do peso sobre o arco plantar na criança com excesso de peso provoca seu aplanamento e alongamento. A obesidade piora o equilíbrio pelo comprometimento do sistema sensório-motor e aumento da demanda biomecânica causada pela massa extra de gordura que precisa ser carregada. Como tal, o presente estudo teve como objetivo avaliar o equilíbrio associado ao estado nutricional de escolares entre 7 a 10 anos de uma escola pública de Florianópolis. Participaram do estudo 46 crianças (32 sexo masculino e 14 sexo feminino) com idade entre 7 e 10 anos. Para avaliar o equilíbrio foi o utilizado o teste MABC- 2 e para avaliar o estado nutricional (IMC= massa corporal/ estatura2) seguindo a classificação da OMS. Para analise estatística foi utilizado programa estatístico SPSS versão 20.0 for Windows, sendo realizada uma estatística de análise de frequências (absoluta e relativa) das classificações das variáveis. Verificou-se que dos 46 participantes, 28 apresentaram risco no equilíbrio e 18 problema definido. Com base nos resultados que sejam realizados mais estudos no Brasil, com intuito de verificar o desempenho motor e estado nutricional, criando planos de intervenção para os escolares a fim de minimizar as dificuldades motoras e oferecer um melhor desenvolvimento para os mesmos.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.