Avaliação dos Locais Utilizados Para Práticas de Lazer em Trilhas no Municipio de Jequié-ba

Por: Amile Nascimento, Mallú Barreto, Tanielia Luz dos Santos e Temistocles Damasceno Silva.

VIII Congresso Brasileiro de Atividades de Aventura - CBAA

Send to Kindle


Resumo

A natureza em si, proporciona ao individuo uma sensação de liberdade e uma curiosidade em desvendar os seus diversos locais de exploração, logo, percebe-se a necessidade de estreitar a relação do homem com a natureza, no intuito de preservá-la. Neste contexto, o lazer se apresenta como ferramenta primordial neste processo, levando-se em consideração o duplo aspecto educativo deste fenômeno social, ou seja, o lazer enquanto veiculo e objeto de educação. Desta forma, o presente trabalho buscou avaliar os locais utilizados para a prática de lazer em trilhas, no município de Jequié-BA. Para tal, objetivou-se investigar as condições das estruturas físicas das trilhas bem como mapear suas características fundamentais. O interesse em pesquisar o assunto surgiu por conseqüência de uma grande afinidade pelos esportes de aventura e principalmente pela necessidade de ampliar o capital intelectual nas diversas áreas da Educação Física. Logo, espera-se que este trabalho possa contribuir com a produção científica em novas linhas de pesquisa tais como as atividades de aventura na natureza. Ao mesmo tempo, deseja-se também que tal pesquisa possa servir como instrumento de reflexão para os gestores responsáveis pelo fomento das políticas de públicas de lazer do município de Jequié-BA. Neste contexto, esta investigação cientifica se configurou como um estudo exploratório de abordagem qualitativa. No que diz respeito ao referencial teórico, foi realizado uma busca em periódicos, artigos e teses com foco na temática proposta. Para a coleta de dados, utilizou-se a observação participante bem como a análise documental, além de registros fotográficos do local investigado. Enquanto resultados, diagnosticou-se que o município foi classificado de médio porte, com aproximadamente 160.000 habitantes e possui vários locais de trilhas e cachoeiras que possibilitam a pratica de atividades de aventura, porém, tais locais ainda não são exploradas adequadamente, seja pela falta de conhecimento da população ou por falta de incentivo dos gestores locais, responsáveis por garantir o direito e a execução das políticas públicas de esporte e lazer do município. Além disso, tais trilhas encontram-se na zona limítrofe entre a caatinga e a zona da mata do sudoeste baiano, o que possibilita uma diversidade panorâmica para os praticantes. Outro dado importante é que o município situa-se em uma região cercada de montanhas o que favorece uma classificação das trilhas por nível de intensidade. Todavia, constatou-se que tais locais não apresentam estrutura mínima adequada para a realização das atividades de aventura. Sendo assim, conclui-se que apesar das condições naturais do município favorecer a prática do lazer em trilhas, tal local encontra-se a mercê das ações do poder público, conseqüentemente, a comunidade acaba sendo prejudicada por esta ação, tanto do ponto de vista econômico como social. 

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-do-viii-congresso-brasileiro-de-atividades-de-aventura-cbaa

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.