Avaliação Espirométrica e da Hiper-responsividade Brônquica de Crianças e Adolescentes com Asma Atópica Persistente Moderada Submetidos a Natação

Por: Adyleia Aparecida Dalbo Contrera Toro, Camila Isabel da Silva Santos, Denise Barbier Marmo, Flávia Maria de Brito Lira Cielo, Ivonne Bernardo Wicher, José Dirceu Ribeiro, Maria ângela Gonçalves de Oliveira Ribeiro e Roberto Teixeira Mendes.

Jornal de Pediatria - v.86 - n.5 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: Investigar os benefícios a médio prazo de um programa de natação em escolares e adolescentes com asma atópica persistente moderada (AAPM). Métodos: Realizou-se um estudo randomizado e prospectivo com crianças e adolescentes (7-18 anos de idade) com AAPM no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas (SP). Após um período de run in de um mês, 61 pacientes (34 femininos) foram randomizados em dois grupos: grupo natação (GN) (n = 30) e grupo controle (GC) (n = 31) e foram acompanhados durante 3 meses. Os dois grupos receberam fluticasona (pó) inalada (250 mcg, 2 vezes ao dia) diariamente e salbutamol inalado, quando necessário. O programa de natação consistiu em um total de 24 aulas, duas vezes por semana, por 3 meses. O GN e o GC realizaram espirometria, teste de broncoprovocação com metacolina (provocative concentration of methacholine causing a 20% fall in FEV1, PC20 de metacolina), antes e após os 3 meses de estudo. Pressão inspiratória máxima (PImax) e pressão expiratória máxima (PEmax) foram realizadas somente no GN. Resultados: Observou-se que o GN apresentou aumento significativo da PC20 de metacolina (inicial 0,31±0,25 e final 0,63±0,78; p = 0,008), pressão inspiratória máxima (inicial 67,08±17,13 cm H2O e final 79,46±18,66; p < 0,001), pressão expiratória máxima (inicial 71,69±20,01 cm H2O e final 78,92±21,45 cm H2O; p < 0,001). Conclusão: Crianças e adolescentes com AAPM que se submeteram a um programa de natação apresentaram diminuição estatisticamente significativa da hiper-responsividade brônquica, com aumento dos valores da PC20 de metacolina, quando comparados aos com AAPM que não realizaram natação. O GN também apresentou melhora no componente da força elástica do tórax.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572010000500006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.