Avaliação Física e Antropométrica de Estudantes com e Sem Menarca na Região de Tucuruí/pará, Brasil

Por: Adriane Aline Batista Gomes, Andres Armas Alejo, Dihogo Gama de Matos, Felipe J. Aidar, Fredson André Nunes Valente, José Fernandes Filho, Natalie de Almeida Barros, Raphael Fabrício de Souza, Rodrigo Poderoso de Souza e Sabrina Mondadori Boaretto.

Motricidade - v.12 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Quisemos avaliar as valências físicas e características antropométricas, em meninas menarquiadas e não menarquiadas da rede pública de Tucuruí/PA, com idade de 11 e 12 anos. Avaliou-se 98 meninas com 11 anos e 105 com idade de 12 anos, divididas em dois grupos: menarquidas e não menarquidas. Foi avaliadado peso, estatura, índice de massa corpórea (IMC), a composição corporal de duas dobras (tríceptal e subescapular), os testes físicos foram o Shutle Run, Salto horizontal, 1.609 metros, velocidade de 30 metros, arremesso do “Medicine Ball”. Aplicou-se o teste t para amostras independentes nas variáveis com distribuição normal e o teste Mann-Whitney para as demais, (p < 0,05), com o SPSS for Windows 15.0. Verificou-se diferenças significativas na massa corporal (44.05 e 37.85kg) e estatura (1.48 e 1.42m) entre as meninas de 11 anos. Já nas escolares com 12 anos houve diferença significativa em relação à estatura (1.51 e 1.44m), IMC (19.86 e 18.49 kg/m2), Salto Horizontal (135.49 e 129.40cm), Arremesso do Medicine Ball (238.29 e 207.42cm), corrida de 1.609 metros (11.30 e 10.37 min) e no VO2Máx predito (33.67 e 36.05ml.kg-1.min-1). As menarquiadas apresentaram valores superiores às não menarquiadas nas medidas antropométricas e nos testes de arremesso de “medicine ball”.

Endereço: http://revistas.rcaap.pt/motricidade/issue/view/562

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.