Avaliação da Flexibilidade e Análise Postural em Atletas de Ginástica Rítmica Desportiva Flexibilidade e Postura na Ginástica Rítmica

Por: Karin Ayumi Matsushigue, Larissa Rebola Volpi da Silva, Lisandra da Cunha Lopez, Maria Cristina Grillo Costa e Zuleika Coelho Moya Gomes.

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - v.7 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar a flexibilidade e a postura em atletas de Ginástica Rítmica. Dezenove atletas de GR de uma equipe não profissional foram submetidas a: avaliação postural, de acordo com Kendall et al. (1995); avaliação da flexibilidade ativa, segundo Marques (1997); e testes de comprimento muscular, conforme Kendall et al.  As principais alterações posturais foram: hiperlordose lombar (84,2%), anteroversão pélvica (84,2%), hiperextensão de joelhos (63,1%) e escoliose (21%). O comprimento muscular excessivo foi observado nos músculos peitoral maior (94,6%) e isquiotibiais (97,3%). O grau de amplitude de movimento mostrou-se acima do padrão populacional para a faixa etária. Contudo, apesar do tempo de treinamento não ser homogêneo, encontraram-se alterações posturais e hiperflexibilidade articular de forma bastante semelhantes.(1995).

Endereço: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1218

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.