Avaliação da Flexibilidade Após Aplicação dos Exercícios do Método Pilates em Mulheres Acima de 50 Anos

Por: Théo Abatipietro Costa.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


 Introdução: Alterações decorrentes do envelhecimento limitam a capacidade de realização das atividades da vida diária, principalmente, devido o comprometimento de um importante componente da aptidão física relacionada à saúde: a flexibilidade. O Método de treinamento Pilates aparece como alternativa para incrementar a flexibilidade geral do corpo, bem como fortalecer e dar resistência aos grupamentos musculares enfatizados por tal técnica.

 Objetivo: Assim, o objetivo do presente estudo foi verificar o efeito dos exercícios do Método Pilates sobre a flexibilidade proporcionado por um programa de exercicios em mulheres acima de 50 (cinqüenta) anos. Metodologia:A amostra foi constituída por 10 (dez) mulheres (n=10), aparentemente saudáveis, residentes na cidade Teresina - Piauí. A avaliação da flexibilidade foi realizada por meio da goniometria em três movimentos articulares do quadril: flexão, abdução e extensão; para ambos os hemicorpos, pré e pós-intervenção. A intervenção foi realizada com freqüência de 2 (duas) sessões semanais de 45 (quarenta e cinco) minutos, compostas por exercícios propostos pelo Método Pilates (Mat Pilates e aparelhos específicos), com duração total de 12 (doze) semanas. Utilizou-se o teste não paramétrico de Wilcoxon para amostras pareadas, em virtude de algumas variáveis não apresentarem distribuição normal (FQDPRE, FQEPRE e EQEPOS) conforme o teste de Shapiro Wilk. O nível de significância foi de p<0,05.

 Resultados: Os resultados obtidos com o presente estudo comprovaram que um programa de treinamento com o Método Pilates utilizado conseguiu incrementar a flexibilidade do grupo de mulheres. Tal programa apresentou efeitos estatisticamente significantes (p<0,05).

 Conclusão: Conclui-se com o presente estudo que o treinamento fisico com o método Pilates empregado pelos pesquisadores incrementou   flexibilidade das mulheres com idade igual ou superior a 50 anos. Tal protocolo de treinamento apresentou aumentos estatisticamente  ignificativos de flexibilidade do quadril nos movimentos ora estudados.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.