Avaliação da Força e Agilidade em Jogadores de Handebol em Cadeiras de Rodas do Projeto Ama da Universidade Paranaense – Unipar Campus Toledo/pr.

Por: .

58 Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


INTRODUÇÃO:

Este estudo partiu do interesse em desenvolver a modalidade Handebol em Cadeiras de Rodas por conta da implantação do Projeto AMA - Atividades Motoras Adaptadas junto ao Curso de Educação Física da Universidade Paranaense - UNIPAR CAMPUS TOLEDO-PR.O objetivo do presente estudo foi analisar as variáveis de força e agilidade em jogadores de Handebol em Cadeiras de Rodas.


 METODOLOGIA:


Foram avaliados 07 sujeitos do sexo masculino, na faixa etária de 28,85 +5,75. Todos os sujeitos foram submetidos a medidas de força, através do teste de Dinamometria Manual (kg) e de Agilidade (seg) através dos testes de Shuttle Run e de Ziguezague Modificado adaptados por Belasco Jr. e Silva (1998) para cadeirantes. Foram utilizadas estatística descritiva e correlação para análise dos dados, que permitiram verificar a validade do problema apresentado.


RESULTADOS:

O desempenho dos sujeitos em cada teste motor apresentou os seguintes resultados: no teste de dinamometria mão direita - 49,14 +16,8 e mão esquerda - 44,0 +16,2. No teste de agilidade Ziguezague Modificado - 18,65 +5,48 e no teste de Shuttle Run Adaptado - 18,22 +4,51. A variável motora Agilidade teve uma correlação com a força de preensão manual de mão direita em nível de p<0,05.


CONCLUSÕES:

Desta forma é possível não apenas a obtenção da medida destes parâmetros, como também a possibilidade de serem estabelecidos valores referenciais para estas variáveis nessa população, assim como podem ser prescritas atividades físicas que possibilitem melhores condições de saúde e também treinamentos físicos adequados às modalidades por eles praticadas.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.