Avaliação da Gordura Corporal Subcutânea em Estudantes

Por: Carlos Marcelo de Oliveira Klein e José Cristiano Paes Leme da Silva.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Fatores de risco elevam incidência de doenças graves. Sobrepeso e obesidade são  alguns destes (WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2009) sendo esta última considerada  epidemia mundial (NEGRÃO e BARRETO, 2010). O Projeto Esporte Brasil (PROESP,  2010) desenvolve estudos em crianças, estabelecendo referências para aspectos da morfologia corporal. Crianças armazenam gordura subcutaneamente com risco de, na idade adulta, acumular excessivamente tecido adiposo visceral (PETRIBÚ et al, 2012). Indicadores antropométricos derivam da Cineantropometria sendo de especial  interesse para a biologia humana (BÖHME, 2000). A soma das dobras cutâneas, obtidas na  avaliação antropométrica, auxilia na identificação do acúmulo excessivo de gordura corporal  subcutânea (GCS), excesso de peso e obesidade (GUEDES e GUEDES, 1997; 2006;  QUADROS, GORGIA e SILVA, 2010;). A hipótese do estudo foi: A média para soma de  dobras cutâneas de tríceps (TR) e perna medial (PM) obtidos em escolares supera as médias das tabelas de referência do PROESP. O objetivo do estudo foi: Avaliar a GCS em escolares  para comparar os resultados obtidos com tabelas de classificação do PROESP.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/4812

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.