Avaliação da Intensidade de Esforço da Luta de Caratê Por Meio da Monitorização da Freqüência Cardíaca

Por: Eduardo Silvestre Penatti, Graziela Augusta Chiavoloni, Idico Luiz Pellegrinotti e Marcelo de Castro Cesar.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.24 - n.1 - 2002

Send to Kindle


Resumo

Introdução: a determinação da intensidade de esforço de uma atividade física é fundamental para a elaboração de um programa de treinamento físico específico. Objetivo: determinar a intensidade relativa de esforço físico durante a luta de caratê. Métodos: nove lutadores de caratê, cinco do sexo masculino e quatro do sexo feminino, idade de 17,78 ± 7,16 anos (10 a 34), peso 60,32 kg ± 18,62 kg (50,2 a 106,9) e altura 162,72 cm ± 12,99 cm (146,5 a 189). Os atletas foram submetidos ao seguinte protocolo: 1) teste de potência
aeróbia realizado em esteira rolante; 2) avaliação da intensidade de esforço da luta de caratê por meio da monitorização da freqüência cardíaca durante uma luta de caratê. Resultados: 1) teste de potência aeróbia: consumo máximo de oxigênio 54,36 ± 7,99 ml/kg/min, limiar anaeróbio 39,97 ± 4,50 ml/kg/min, freqüência cardíaca máxima (FCmáx.) 189,11 ± 9,28 bpm e freqüência cardíaca do limiar anaeróbio (FCLA) 168,22 ± 8,79 bpm; 2)
avaliação da intensidade de esforço da luta de caratê: freqüência cardíaca durante a luta (FC luta) 188,25 ± 9,42 bpm, FCluta/FCmáx. 99,57 ± 8,79% e FC luta/FCLA 112,01 ±
4,76%. Conclusões: 1) os resultados sugerem que a luta de caratê consiste em uma atividade física com significativo componente anaeróbio, sendo um exercício de alta intensidade, independentemente do sexo, idade e peso corporal do atleta; 2) o treinamento físico dos
lutadores deve respeitar essas características de alta intensidade da luta de caratê.

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/342

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.