Avaliação da Motivação Para a Prática Esportiva em Adolescentes e Jovens Adultos Brasileiros: Validação do Questionário de Regulação do Comportamento no Esporte (qrce)

Por: Diego Itibere Cunha Vasconcellos.

2011

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo objetivou validar o Behavioral Regulation in Sport Questionnaire (BRSQ) (LONSDALE, HODGE e ROSE, 2008) para avaliar a motivação para a prática de esportes em adolescentes e jovens adultos brasileiros. O instrumento foi traduzido e adaptado para a língua portuguesa por uma comissão de especialistas em Psicologia do Esporte. Participaram do estudo 167 atletas de nível estadual, nacional e internacional de ambos os sexos, de modalidades individuais (atletismo, tênis de campo, natação e ginástica rítmica) e coletivas (futebol de campo, futebol de salão, basquete, hóquei sobre grama, futebol americano, vôlei e handebol). A amostra foi selecionada de forma não-probabilística intencional, adotando-se o critério de voluntariado. Os resultados reportaram evidências de validade e fidedignidade do Questionário de Regulação do Comportamento no Esporte (QRCE) para a população de atletas adolescentes e jovens adultos brasileiros, tendo a análise fatorial exploratória tenha revelado uma estrutura de fatores diferenciada em relação à escala original. Por outro lado, as correlações entre as subescalas confirmam a presença do continuum de autodeterminação nas análises. As versões com 24 itens (forma reduzida) e 32 itens (forma ampliada) apresentaram índices de consistência interna elevados e semelhantes ao da versão original, com valores alfa geral de 0,82 e 0,84, respectivamente. Com efeito, a análise das regulações motivacionais dos atletas aponta que as diferenças na rotina de treinamento entre homens e mulheres apresentam influencia direta na motivação de atletas de alto rendimento e que a motivação dos homens é mais orientada por fatores internos quando comparadas às mulheres, resultando em maior autodeterminação para a prática esportiva. Estas análises confirmam a validade e fidedignidade do instrumento para aquilo que ele se propõe a medir, ou seja, ele pode ser considerado válido e confiável para avaliação da motivação em atletas adolescentes e jovens adultos brasileiros.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.