Avaliação Nutricional e da Percepção da Autoimagem Corporal de Atletas Adolescentes de Voleibol

Por: Claudia R. Juzwiak e Cristine O. Bissochi.

Nutrire - v.37 - n.1 - 2012

Send to Kindle


Resumo

A percepção corporal e o comportamento alimentar são influenciados por fatores biosocioculturais, aspectos psicológicos e econômicos. Em adolescentes atletas, vulneráveis às influências e pressões, a percepção alterada da autoimagem poderá leválos à adoção de práticas alimentares inadequadas. Os objetivos deste estudo foram verificar a presença de insatisfação e de alterações na percepção corporal e avaliar o consumo energético e a qualidade da dieta. Avaliaram-se 20 jogadoras de voleibol, adolescentes, quanto à antropometria (IMC para a idade, percentual de gordura), insatisfação e percepção da imagem (pela escala de Insatisfação Corporal de Adolescentes e Escala de Silhuetas) e ingestão alimentar (por meio do Recordatório-24h e Índice de Qualidade da Dieta- IQD). A maioria (65%) foi classificada como eutrófica segundo o IMC/I, embora 70% tenham apresentado percentual de gordura elevado. Por meio da escala de silhuetas, encontrou-se que 55% das atletas estão insatisfeitas, seis desejavam uma silhueta maior e cinco, menor. Quanto ao IQD, 85% das atletas necessitam de modificações em suas dietas e/ou são inadequadas. Não foi observada correlação entre IQD e o escore de insatisfação corporal (r-0,215; IC95%0,600‑0,251). O sub‑relato foi identificado em 75% das atletas e, dessas, 80% apresentaram déficit energético ≥10% em relação ao gasto estimado. Conclui-se que há insatisfação com a imagem corporal e que o consumo energético é insuficiente para a maioria das atletas. Qualitativamente a dieta é semelhante à relatada em outros estudos com adolescentes, caracterizando-se pelo baixo consumo de hortaliças, leite e derivados e frutas.

Endereço: http://www.revistanutrire.org.br/doi/10.4322/nutrire.2012.004

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.