Avaliação Nutricional de Adolescentes Fisicamente Ativos do Distrito Federal

Por: Eliene Ferreira de Sousa.

137 páginas. 2006 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho foi desenvolvido com 326 adolescentes, de ambos os sexos, que praticavam esportes em clubes e escolas do Distrito Federal, Brasil. Os objetivos foram avaliar o consumo alimentar e de nutrientes de acordo com os valores de referência para ingestão de nutrientes, a freqüência do consumo de alimentos, o número e freqüência das refeições. Também foi analisado o padrão do consumo de café. Foram analisados até 4 recordatórios de 24 horas por indivíduo. A ingestão de energia e macronutrientes dos adolescentes estão de acordo com os valores de referência estabelecidos para a faixa etária. Menos de 5% dos adolescentes consumiam quantidade de água e bebidas acima da AI (Ingestão Adequada). Alguns micronutrientes (vitaminas B1, E e folato e os minerais magnésio e fósforo) apresentaram prevalência de adequação de consumo menor que 80%. O consumo de alimentos do grupo de açúcares e gorduras foi alto e o consumo de hortaliças foi baixo. A refeição mais freqüente foi o almoço. Não foi encontrada associação entre a atividade física e o consumo de café. Os adolescentes praticantes de esportes desta pesquisa devem aumentar a ingestão de alimentos que possam suprir a necessidade das vitaminas B1, E e folato, bem como dos minerais magnésio e fósforo. O consumo de alimentos fontes de cálcio e de líquidos, especialmente água, entre os adolescentes deve ser incentivado, bem como a ingestão de café, por suas propriedades antioxidantes e por fornecer magnésio.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.