Avaliação do Padrão e das Queixas Relativas Ao Sono, Cronotipo e Adaptação Ao Fuso Horário dos Atletas Brasileiros Participantes da Paraolimpíada em Sidney - 2000

Por: .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.8 - n.3 - 2002

Send to Kindle


Resumo

Diversas metodologias têm sido desenvolvidas para nvestigar a qualidade e as principais queixas e istúrbios relacionados ao sono. Uma forma conhecida de nvestigar as características temporais dos organismos é cronobiologia, ciência divide a população em três ronotipos básicos para avaliar as diferenças individuais na prevalência pelos horários de vigília e de sono: os atutinos, os vespertinos e os indiferentes. Outro ponto importante, é que existem poucos estudos relacionando o adrão do sono em indivíduos com necessidades especiais e a atividade física. O sono é considerado como restaurador e o exercício está associado diversas alterações no adrão de sono. A maioria dos estudos referente ao feito do exercício sobre o sono podem ser abordados ou orrelacionados com a teoria de restauração das funções o sono. O objetivo deste estudo foi o de avaliar o adrão, queixas relativas ao sono, cronotipo e adaptação o fuso horário de Sidney dos atletas brasileiros que isputaram a paraolimpíada em 2000. Participaram da valiação 64 atletas paraolímpicos, com idades de 26,3 ± ,9). Todos os atletas responderam aos questionários de adrão e queixas relativas ao sono e cronotipo, passando ambém por uma adaptação ao fuso horário de Sidney. Oprocesso de sincronização ao fuso horário foi realizado de forma abrupta, na tentativa de romper com o ciclo laro-escuro que estava relacionado ao horário rasileiro. Os resultados demonstram que 34,4% dos atletas apresentavam uma insatisfação com o seu próprio sono, sendo que os distúrbios de sono mais relatados oram: apnéia (14%), refluxo gástrico (15,6%), dor de abeça (14,1%), ansiedade pós-pesadelo (39,1%), caimbras 20,3%), sonilóquio (26,6%), pânico noturno (9,4%), PLM 9,4%) e bruxismo (9,4%). Em relação a avaliação do ronotipo dos atletas, 73,43% se demonstraram ndiferentes, 6,22% vespertinos moderados e 20,31% atutinos moderados. Observou-se boa aceitação com todo o trabalho e o mesmo deve ter contribuído e refletido nos esultados finais dos jogos, visto que a equipe araolímpica obteve um excelente resultado final.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v8n3/v8n3a10.pdf

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.