Avaliação Psicométrica da Ansiedade Traço em Jovens Nadadores Brasileiros

Por: Danielle Garcia de Araújo e Glauber Castelo Branco Silva.

Revista Brasileira de Psicologia do Esporte - v.7 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

As expectativas e exigências psicológicas impostas durante uma competição de natação desencadeiam em muitos atletas reações de medo, apreensão, pânico, insegurança e apatia. Estas alterações emocionais estão diretamente relacionadas à ansiedade, condição psicológica possivelmente associada à queda de desempenho em alguns esportes. O estudo pretende avaliar à ansiedade traço de nadadores brasileiros nas variáveis: sexo, categorias competitivas, especialidades competitivas, anos de prática, ranking de competições e experiência competitiva. A pesquisa caracteriza-se como observacional analítica, com amostra de 78 jovens nadadores com idade média de 15,74±2,71 anos, competidores a nível regional, nacional e internacional, das Regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste do Brasil. Foi utilizado como instrumento a escala deansiedade traço competitiva (Sport Competition Anxiety Test - SCAT), aplicado uma semana antes das competições disputadas. Foram utilizadas estatísticas descritivas, teste de t student, Anova One Way. A maioria, 80% dos atletas de natação apresentaram ansiedade traço moderada. Não foram verificadas diferenças entre as variáveis: sexo, categorias competitivas, especialidades competitivas, anos de prática, ranking de competições e experiência competitivo. Dessa forma, os jovens atletas de natação apresentaram características similares de ansiedade traço.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBPE/article/view/6836

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.