Avaliação da Resistencia da Força Explosiva Atraves de Testes de Saltos Verticais

Por: .

2004 09/02/2004

Send to Kindle


Resumo

Os objetivos deste estudo foram verificar a existência de diferenças entre os testes de saltos verticais com natureza contínua de 60 segundos (TSVC) e o teste de saltos verticais com natureza intermitente de 4 séries de 15 segundos (TSVI), e averiguar a confiabilidade do teste de salto vertical com 4 séries de 15 segundos. No estudo comparativo entre o TSVC e TSVI participaram 10 voleibolistas do sexo masculino, 19,01:1:1,36 anos de idade, 191,5:!:S,36cm de estatura e 81,74:1:7,45kg de massa corporal. A confiabilidade do TSVI participaram 11 handebolistas e 7 basquetebolistas do sexo masculino, 25,74:1:4,71 anos e 18,60:1:0,77 anos de idade; 182,14:1:3,46 em e 188,14:1:5,76 cm de estatura; e, 85,84:1:7,63 kg e 83,32:1:10,02 kg para a massa corporal. As variáveis estudadas foram às estimativas do pico de potência (PP), potência média (PM) e índice de fadiga (IF). O tratamento estatístico foi realizado através da técnica descritiva, do teste Wilcoxon e a correlação intraclasse. Foi verificado que os testes de saltos verticais contínuos e intermitentes apresentaram diferenças significantes na PM (P<0,05)

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000343465&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.