Avaliação da Saúde, Fatores de Risco e Estado Nutricional de Crianças e Adultos Freqüentadores de Um Programa de Natação

Por: Priscila Lima Ferreira.

Revista Brasileira Atividade Física & Saúde - v.3 - n.11 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Pessoas de diferentes condições físicas procuram por tividades motoras, mas nem sempre são declaradas alterações clínicas que necessitam de monitoramento, ara ue tal prática possa ser efetivada. O objetivo deste estudo foi avaliar as condições de saúde e estratificar o isco para a prática na água, identificando alterações clínicas e estado nutricional para adequar os serviços a erem oferecidos, realizando encaminhamentos a serviços especializados, quando necessário. Foram observados 64 rianças e 66 adultos de ambos os sexos, utilizando uma ficha de saúde. Foi avaliado o estado nutricional de rianças e adultos utilizando os protocolos NCHS (1983), com os critérios de WALTERLOW (1976) e JACKSON e POLLOCK 1978), homens e JACKSON et al, POLLOCK e WARD (1980) mulheres, respectivamente. Os resultados ostram que uma criança foi classificada como risco aumentado devido a hipertensão e colesterol leve e 52 dultos apresentando hipertensão arterial, ipotireoidismo, depressão, tendinite nos braços, hipoglicemia, artrose, besidade, asma brônquica, diabetes, dislipidemia, rinite alérgica, epilepsia. 13 crianças em sobrepeso e 25 obesas 22 adultos em sobrepeso e 20 obesos, constando uma maior presença de sobrepeso e obesidade entre as ulheres. Acredita-se que o profissional, frente à rática de atividade física, compreenda a importância de realizar valiações iniciais que indiquem as alterações de saúde.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/34.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.