Avaliação Subjetiva da Qualidade de Vida em Individuos de Meia Idade Submetidos a Treinamento Fisico

Por: Luane Margarete Zanchetta.

2006 05/05/2006

Send to Kindle


Resumo

No Brasil, assim como em quase todo o mundo, a população idosa vem tendo um crescimento que supera o crescimento populacional totaL Deve-se levar em conta também o perfil do brasileiro que envelhece, pois inúmeros trabalhos científicos indicam que não são os anos, mas sim os hábitos incorretos e o estilo de vida inativo os principais fatores de risco para as doenças crônicas não transmissíveis, onde as maiores prevalências ocorrem a partir da meia idade. A busca da saúde por meio da prática de exercícios fisicos desde os primeiros anos de existência pode acarretar além da prevenção de tais doenças, um sentimento de bem estar e auto-estima, incrementando a qualidade de vida (QV). O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção subjetiva da QV em 48 indivíduos de meia idade que foram submetidos a programas de treinamento físico por um período de 12 semanas. Para tal análise utilizamos o instrumento de avaliação da QV proposto pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o WHOQOL-bref Tanto os domínios, como a qualidade de vida geral, são medidos em direção positiva, ou seja, escores mais altos denotam melhor qualidade de vida. Após efetuar a sintaxe proposta pela OMS e aplicar o teste Wilcoxon, observamos que a amostra estudada apresentou como resultados os seguintes escores antes (SED) e após o treinamento fisico (TRE) respectivamente para o Domínio Físico: de 68,15 para 75,97 (P=O,OO); Domínio Psicológico: de 63,72 para 70,49 (P=O,OO); Domínio Relações Sociais: de 63,89 para 68,75 (p=O,04); Domínio Meio Ambiente: de 62,30 para 67,51 (p=O,OI); Overall Questões 1 e 2 (escala de 1 a 20): de 14,54 para 15,87 (P=O,OO). Podemos concluir que após as análises .realizadas, os programas de treinamento físico foram capazes de incrementar todos os domínios da QV contidos no instrumento WHOQOLbref, confirmando o que a literatura tem relatado em relação aos beneficios do exercício físico para a saúde e prevenção de doenças em diferentes faixas etárias. Desta forma, deixar de ser sedentário além de ser fator de proteção para inúmeras doenças, melhora também a QV do indivíduo de meia idade. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000386505&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.