Send to Kindle


Tenho escrito neste espaço extensivamente sobre o ENAREL. Afinal, há questões objetivas e afetivas para tal.
Ao participar de sua última edição em Ilhéus/BA em novembro passado chegamos a pensar que ali poderia ser a última vez de sua realização, dada as dificuldades encontradas pelo Prof. Bob que, com todo empenho e dedicação, fez o evento mesmo com um número reduzido de participantes. Não fosse o comprometimento de um pequeno grupo de profissionais do campo da recreação e do lazer, certamente não teríamos aquele ENAREL.
Para surpresas de muitos, como de praxe, ao final dessa realização, havia duas candidaturas para a realização do evento em 2015, uma do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte e outra da Universidade de Brasília (UnB).
Aqui cabe um parêntesis. Ano passado, depois de alguns meses de tratativas, tive a honra de ser admitido na Faculdade de Educação Física da UnB como “Professor Convidado”. A proposta de trabalho está ancorada na introdução de uma área de estudo e pesquisa em Gestão das Experiências do Lazer junto ao GESPORTE (Laboratório de Pesquisa sobre Gestão do Esporte), liderado pelo Professor Doutor Paulo Henrique Azevêdo. Para cumprir essa meta, estipulamos algumas frentes de trabalho, com destaque para duas delas: (1) Pleitear a realização do ENAREL em 2015 e (2) Criar o Grupo de Estudos e Pesquisa em Gestão das Experiências de Lazer (GEPGEL) a partir dos coordenadores dos Encontros Temáticos Institucionais que tem atuado nas últimas quatro edições do ENAREL.
Hoje quero me ater somente ao primeiro item.
Com o aval da Direção da FEF/UnB e o efetivo apoio do GESPORTE, levamos nosso pleito de sediar o ENAREL em Ilhéus e obtivemos uma votação expressiva, já adiantando que o evento de 2015 será em Brasília e o de 2016 em Natal.
Uma vez conquistado esse pleito, depois de nos reunirmos com o GESPORTE e o “grupo pioneiro” do GEPGEL, estamos em processo de planejamento do evento cujo tema será “Gestão Estratégica das Experiências de Lazer”, o qual deverá ser realizado em Brasília de 11 a 14 de Novembro próximo. Ele estará alicerçado sobre dois pilares: (a) o significado de lazer no presente-futuro (ênfase nos seus aspectos conceituais) e (b) as tendências do seu processo de gestão (ênfase nos seus aspectos aplicados).
O ENAREL deste ano está sendo dimensionado para 500/600 participantes e deverá contar com duas conferências (abertura e encerramento) para as quais estão sendo convidados dois experts internacionais que ainda não estiveram no Brasil (um europeu e outro norte-americano); duas mesas redondas com três convidados em cada uma (um deles sendo da América Latina); espaço para apresentação de trabalhos orais (N=70) e apresentação de pôsteres (N=100); Encontros Temáticos Institucionais, Oficinas versando sobre os interesses culturais do lazer e minicursos com temas sobre gestão. Além disso, está previsto lançamento de livros, colóquio com especialistas e intervenções culturais.
Uma estrutura acadêmica e administrativa adequadas está sendo montada com diversas parcerias para devolver ao ENAREL o espaço técnico-científico que tanto merece.
Trazer esse evento de volta a Brasília tem um significado simbólico muito especial, pois foi lá que as primeiras três edições ocorreram, graças ao esforço, dedicação e comprometimento de um grupo que sempre acreditou na sua legitimidade como um espaço privilegiado para debater o fenômeno lazer entre os profissionais da área.

Por Bramante
em 10-02-2015, às 8:46

5 comentários. Deixe o seu.

Comentários

Prof. Bramante,

Uma beleza receber boas notícias.

Já conversamos várias vezes sobre a importância da recuperação da memória do ENAREL (e a penúria da luta para mostrar a necessidade de alguma atenção à Informação e Documentação Científica na nossa área)

Acredito que a conjuntura astral(sic) do seu trabalho junto na UnB no GESPORTE, liderado pelo cevnauta Dr. Paulo Henrique Azevedo http://cev.org.br/qq/pha-unb/ , que tem boa experiência, e uma equipe operosa em Documentação e Informação Esportiva como demonstrou na participação do Diagnóstico Nacional do Esporte – DIESPORTE, temos a oportunidade de recuperar e publicar na biblioteca do CEV (com link para as páginas do quem é quem dos autores) TODOS os trabalhos das 27 edições (já estou contando com 2015) do ENAREL.

Seguiremos o exemplo da parceria com a Casa da Educação Física de Minas Gerais, com quem estamos quase completando as 14 edições do Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa:

http://bit.ly/efcplp .

Vamos nessa?

Laércio

Por Laércio Elias Pereira
em 10-02-2015, às 9:30.

Prezado Prof. Laércio
Você sabe melhor do que eu sobre o contexto no qual o ENAREL foi criado. O ano de 1989 nunca será esquecido pelos profissionais de Educação Física, tanto pelas coisas boas como por aquelas não tão boas…
Por mais que tentássemos na época apresentar argumentos que o ENAREL deveria ser fruto de um grupo estruturado de profissionais de recreação e lazer organizado numa associação ou outro título qualquer (baseado em experiências especialmente internacionais) fui sempre um “voto vencido”. Sob o manto da “democracia participativa”, o ENAREL sobreviveu quase três décadas, com avanços e retrocessos. Sua história está registrada em pelo menos duas publicações, uma liderada pelos Professores Marcellino e Hélder (até a 21a. edição) e outra, organizada pelo Professor Pina, ainda no prelo, com o apoio do SESC/Departamento Nacional, que inclui relatos até a 25a. edição.
Diferentemente da Casa da Educação Física de Minas Gerais, que tem uma estrutura de gestão centralizada e articulada, o ENAREL, aproveitando a época de carnaval (rs), tem nota muito baixa nesse quesito.
De qualquer maneira, sempre vale a pena tentar.
Grato pelo sua intervenção.
Abraços
Bramante

Por Bramante
em 10-02-2015, às 10:29.

Prezados Professor Bramante e demais Amigos do CEV.

Há muito idealizei um grupo, dentro do Laboratório GESPORTE, para tratar da Gestão do Lazer. Essa era a área que nos faltava, já que tratamos da gestão, do marketing e da legislação no ambiente esportivo. A possibilidade de agregar a expressiva presença do Professor Doutor Bramante, agora concretizada, representa o início de um processo que pretendemos ser fundamental para o desenvolvimento do lazer em nosso país.

A realização do ENAREL em 2015 marcará a primeira etapa desse projeto que pretendemos que se torne perece, com a participação de todos os interessados no tema.

Muito ainda está por vir.

Abraços.

Paulo Henrique Azevêdo
Laboratório GESPORTE
Universidade de Brasília – UnB

Por Paulo Henrique Azevêdo
em 15-02-2015, às 23:35.

Agradeço as palavras elogiosas do Professsor Doutor Paulo Henrique. Mais do que isso, destacar seu extraordinário apoio ao nosso projeto de implantação do Grupo de Estudos e Pesquisa em gestão das Experiências de Lazer – GEPGEL.
Semana que vem de volta a Brasília para muito trabalho!

Por Bramante
em 16-02-2015, às 18:38.

Profs Bramante e Paulo,

Sigo com a proposta de celebrar o ENAREL na UNB para recuperarmos e publicarmos na biblioteca do CEV TODOS os trabalhos apresentados nas 27 edições do evento (sim, a deste ano no ar pra turma ler em casa antes de viajar pra Brasília). Transmissão Internet, combinado?

Aguardamos o endereço da página oficial do evento.

No CEV está divulgado aqui (à procura de correções;-):

http://cev.org.br/eventos/xxvii-enarel-encontro-nacional-recreacao-lazer/

Laércio

Por Laercio Elias Pereira
em 6-03-2015, às 12:14. 

Endereço: https://web.archive.org/web/20150319150204/http://blog.cev.org.br/bramante/2015/back-to-the-future/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.