Balanço da Produção do Conhecimento do Gtt Escola, do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, Acerca da Relação Educação Física e Pedagogia Histórico-crítica

Por: Irinaldo Deodato Silva.

181 páginas. 2016 15/04/2016

Send to Kindle


Resumo

A presente dissertação de Mestrado buscou verificar o grau de desenvolvimento da Pedagogia Histórico-Crítica e Abordagem CríticoSuperadora na produção do conhecimento da Educação Física do GTT – Escola nos anais do CONBRACE (2009, 2011 e 2013), na efetivação da função social da Educação e da Escola. Realizou-se uma análise de conteúdo dos trabalhos completos nos referidos anais, enfatizando os princípios curriculares, a noção de projeto histórico socialista e a formação humana na perspectiva omnilateral defendidos pela pedagogia Histórico-Crítica e abordagem CríticoSuperadora, verificando se efetivamente esta produção do conhecimento traduz uma crítica da Educação da Marxista. Consideramos que a produção do conhecimento da educação física expressa nos trabalhos completos do GTT – Escola do CONBRACE, no recorte mencionado, apresenta um número considerável de elaborações que corroboraram com a lógica das categorias de análise preteridas, no entanto, ainda persiste um percentual destas formulações que se distancia das recomendações teórico-práticas, da noção de projeto histórico socialista, de aproximações com a formação humana omnilateral e efetivamente não realizaram uma crítica da educação marxista. Parte relevante desta produção se articula epistemológica, político e ideologicamente com as ideias defendidas pelas teorias aqui citadas. Mas, há claras evidências de um número notável de produções analisadas que se reveste da ideologia dominante no trato com o conhecimento da Educação Física, contribuindo para a manutenção do estado das coisas e impedindo o avanço teórico da área. Pensamos que formulações pautadas em duas teorias críticas, respectivamente, da educação e educação física, não podem se afastar da discussão geral que envolve os elementos ontológicos do ser social, o modo de produção da existência e as relações sociais engendradas por ele. Não basta apenas que existam teorias pedagógicas revolucionárias se as condições históricas materiais e objetivas não estiverem propiciadas. Há que se lutar continuadamente pela garantia do acesso aos conteúdos clássicos, condição primordial para a elevação da consciência das massas laboriosas e, paralelamente, persistir na conquista de melhores condições socioeconômicas. Sobretudo porque estas condições devem abranger as dimensões sociais, políticas e econômicas e que perpassam pela substituição do atual modo de produção. Essa tarefa também passa pelo fortalecimento das bases teóricopráticas do coletivo de professores de educação física com os elementos epistemológicos, gnosiológicos e teleológicos que fundamentam a Pedagogia Histórico-Crítica e a Abordagem Crítico-Superadora.

Endereço: http://www.repositorio.ufba.br:8080/ri/handle/ri/18859

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.