Barreiras à Prática de Exercícios Físicos no Lazer em Campo Grande/MS

Por: e Valéria Rieger Vieira.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

A atividade física pode ser realizada em diferentes contextos do cotidiano da vida humana, sendo a de lazer realizada no tempo disponível com o objetivo de melhorar a saúde, a condição física, a estética ou lazer (SALLES-COSTA et al., 2003), podendo ser planejada e/ou sistematiza – Exercício Físico no Lazer (EFL) ou não. A prática de EFL é caracterizada como fator de proteção às Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), contudo, apenas 40% dos adultos em Campo Grande/MS são fisicamente ativos no lazer (BRASIL, 2018). O baixo envolvimento com as oportunidades de prática de EFL pode estar relacionado não somente ao indivíduo, mas também à percepção do ambiente, às condições físicas e à fatores socioeconômicos, ou seja, ao contexto do indivíduo, que quando agem negativamente são reconhecidos como barreiras. A presente pesquisa teve como objetivo detectar as barreiras à prática de EFL em adultos em Campo Grande/MS.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.