Barreiras Para a Atividade Física em Idosos: Uma Análise Por Grupos Focais

Por: Ana Carina Cassou.

Revista da Educação Física - UEM - v.19 - n.3 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O comportamento fisicamente ativo é influenciado por diversos fatores. Quando os fatores influenciam de maneira negativa, são denominados barreiras para a atividade física (AF) e estas são percebidas de maneira diferente de acordo com gênero, nível socioeconômico (NSE) e a idade. O objetivo desse estudo foi identificar as barreiras para a AF em idosos de diferentes NSE. Foi utilizado a metodologia de grupos focais em indivíduos com 68,9±7,7 anos de idade (n=17). Os idosos foram agrupados de acordo com a classificação do NSE, identificado por uma entrevista estruturada. A análise de conteúdo foi empregada para agrupar os relatos em dimensões e após realizou-se a estatística descritiva utilizando-se a frequência relativa e absoluta dos relatos semelhantes com auxílio do software SPSS 11.0. As barreiras mais prevalentes entre os idosos de NSE alto foram as que constituem a dimensões "demográficas e biológicas" (33,9%) e "psicológicas, cognitivas e emocionais" (29,7%). Entre os de NSE baixo, as mais prevalentes foram as inseridas nas dimensões "ambientais" (45,6%) e "psicológicas, cognitivas e emocionais" (26%). Conclui-se que os idosos de diferentes níveis socioeconômicos percebem barreiras de maneira diferenciada, o que exige atenção diferenciada para as ações de promoção da AF.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3675/3686

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.