Barreiras Para Prática de Atividade Física Entre Mulheres Atendidas na Atenção Básica de Saúde

Por: , , Grace Angélica de Oliveira Gomes, Inaian Pignatti Teixeira e .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.41 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi comparar as barreiras para atividade física (AF) entre mulheres participantes e não participantes de um programa de exercícios físicos (EF) da Atenção Básica de Saúde (AB). Estudo transversal realizado em áreas de abrangência em unidades de saúde da AB que ofereciam programa de EF. Foram selecionadas 222 mulheres participantes e não participantes dos programas, avaliadas em relação a características sociodemográficas, AF e barreiras. Foram feitas análises descritivas e de comparação dos dados. As barreiras mais reportadas pelo grupo de mulheres não participantes foram: falta de companhia (40,9%), falta de energia (38,7%), sentir-se muito cansada ou desmotivada (38,2%). Os grupos de não participantes e de idosos apresentaram maior proporção de barreiras para AF.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/es-barreiras-pratica-atividade-fisica-entre-articulo-S0101328917300215

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.