Bastidores do Jogo: as Interferências na Elaboração da Lei Pelé

Por: Edson Hirata e Miguel Archanjo de Freitas Junior.

Projeto História. Revista do Programa de Estudos Pós-graduados em História - n.49 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo é verificar como alguns dos principais agentes e instituições do campo esportivo e do campo político atuaram na discussão, elaboração e implantação da Lei Pelé, especialmente no interior da Casa de Leis, a Assembleia Legislativa. Valendo-se de fontes inéditas para estudos desta natureza e amparados pela Teoria dos Campos, do sociólogo Pierre Bourdieu, analisou-se qualitativamente as notas taquigráficas referente às intervenções de deputados federais, clubes, federações estaduais, Confederação Brasileira e de representantes do Poder Executivo, durante as audiências públicas que discutiam o Projeto da Lei Pelé. Constatou-se a presença de diferentes tensões ocorridas durante a tramitação da lei, as quais foram resolvidas por concessões e principalmente pela imposição dos interesses presentes do campo político, que acabaram se sobrepondo as necessidades/ expectativas criadas no campo esportivo.

Endereço: http://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/view/19053

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.