Behavioral Regulation In Sport Questionnaire (brsq): Uso em Atletas Jovens Brasileiros

Por: , Sandro Lucas Sofiati e Vilmar Aparecido Caus.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.25 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Introdução:

O Behavioral Regulation in Sport Questionnaire (BRSQ) foi originalmente proposto no idioma inglês com o intuito de identificar as regulações de motivação para a prática de esporte, segundo a teoria da autodeterminação.

Objetivos:

Traduzir para o idioma português, realizar a adaptação transcultural e examinar as propriedades psicométricas do BRSQ em uma amostra de atletas jovens brasileiros.

Métodos:

A versão original foi traduzida de acordo com as recomendações internacionais. Um comitê de juízes analisou as versões traduzidas do questionário, utilizando como critério de análise as equivalências semântica, idiomática, cultural e conceitual. A versão final do questionário traduzido foi utilizada em uma amostra com 1217 atletas jovens (410 moças e 807 moços) com idade entre 12 e 17 anos. Para identificar as propriedades psicométricas iniciais, realizou-se a análise fatorial exploratória e, na sequência, a análise fatorial confirmatória. Para análise da consistência interna de cada fator associado ao BRSQ foi empregado o coeficiente alfa de Cronbach.

Resultados:

Após poucas alterações apontadas no processo de tradução, o comitê de juízes considerou que a versão para o idioma português do BRSQ apresentou equivalências semânticas, idiomáticas, culturais e conceituais. A análise fatorial confirmou a estrutura dos oito fatores originalmente propostos mediante os indicadores estatísticos χ2/gl = 1,87, CFI = 0,940, GFI = 0,945, AGFI = 0,958 e RMSR = 0,052 (IC 95% 0,043 – 0,062). O alfa de Cronbach apontou uma consistência interna dos fatores associados à motivação para a prática de esporte entre 0,71 e 0,85.

Conclusão:

A tradução, adaptação transcultural e análise das qualidades psicométricas do BRSQ foram satisfatórias, viabilizando sua aplicação em futuros estudos envolvendo atletas jovens no Brasil. Nível de Evidência III; Estudo retrospectivo comparativo.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922019000100045&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.