Biofeedback Eletromiográfico e Parâmetros da Dinamometria Isocinética de Joelho e Tornozelo de Jogadores de Futebol Amador

Por: Carina Elias Baron, Julia Maria Dandrea Greve, Leonardo Luiz Barretti Secchi, Vasthi Oliveira de Lima e Viviane Ribeiro Carvalho.

Acta Fisiátrica - v.17 - n.4 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Introdução: A eletromiografia tem sido utilizada para avaliar o controle voluntário da atividade muscular. Dentre as técnicas destacase o biofeedback eletromiográfico como facilitador do aprendizado neuromotor, inclusive na prática esportiva. Objetivo: Analisar o efeito do biofeedback eletromiográfico nos parâmetros isocinéticos dos flexores e extensores do joelho e inversores e eversores do tornozelo em jogadores de futebol amador. Casuística: 14 atletas de futebol amador do gênero masculino randomizados em dois grupos: Grupo Treino (GT) - sete atletas, idade de 23 ± 2 (22 e 28) anos, massa corpórea 75,7 ± 4,0(72 e 80) kg , estatura 182 ± 4 (176 e 188) cm e Grupo Controle (GC) - sete atletas com idade 24 ± 2 (21 e 28) anos, massa corpórea 72,3± 9,4 (59 e 79) kg, estatura 175± 5 (169 e 180) cm. Método: Todos os atletas foram avaliados por um protocolo clínico: anamnese, incidência de lesões e escala visual análoga de dor e foram submetidos à dinamometria isocinética dos inversores e eversores do tornozelo e flexores e extensores do joelho. O GT realizou 12 sessões de biofeedback eletromiográfico, uma vez por semana. No final das sessões, todos os atletas foram reavaliados. Resultados: Na velocidade de 30º/ seg., o pico de torque 0,18 segundos (PT 0,18s) dos eversores do tornozelo foi maior no GT e no joelho, na velocidade de 60º/seg. o PT 0,18s dos flexores de joelho foram maiores no GT. Conclusão: O biofeedback eletromiográfico melhorou os parâmetros isocinéticos dos jogadores de futebol amador. Palavras-chaves: Atletas, Eletromiografia, Amplitude de Movimento Articular, Joelho

Endereço: http://www.actafisiatrica.org.br/default.asp?ed=9#

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.