Biomarcadores e Composição Corporal em Idosos Frequentadores de Um Programa de Universidade da Maturidade (UMA)

Por: álvaro Campos, Erika Maciel, Fernando Quaresma, Luís da Silva Neto, Luís Fernando Sesti e Thaizi Barbosa.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

Várias são as alterações corporais no processo de envelhecimento do indivíduo e a composição corporal é influenciada nesse decorrer, como a quantidade de massa muscular, gordura e água. Tem-se que, dentre essas alterações ocorre a redução de massa muscular e água, e aumento da gordura corporal, que associada ao sedentarismo gera um quadro propício para o surgimento de morbidades, porém, pode ser positivamente alterado e revertido com a prática regular de atividade física (MELO; GIAVONI, 2004, p. 14), inclusive na melhora da resposta inflamatória e níveis de biomarcadores, como a interleucina 6 (IL-6) e Fator de Necrose Tumoral alfa (TNF-α), que são influenciados diretamente pela composição corporal), que são influenciados diretamente pela composição corporal (PRADO et al., 2009, p. 382).

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2019/8conice

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.