Bola na Rede e o Povo nas Ruas! Estado Novo, Imprensa Esportiva e Torcedores na Copa do Mundo de 1938

Por: Felipe Morelli Machado.

2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Esta Dissertação tem por finalidade a análise da participação brasileira na Copa do Mundo de futebol, disputada em junho de 1938, na França, um empreendimento que assumiu diferentes sentidos para o Estado Novo, a imprensa esportiva e os torcedores. Trata-se de um momento emblemático para a percepção do futebol com o lugar social e simbólico de conservação e, ao mesmo tempo, de questionamento da ordem vigente, diante de um contexto ditatorial. A partir do trato com os jornais esportivos de grande vulto, nas capitais paulista e carioca da época, observou-se a repercussão daquele episódio esportivo de norte a sul do país, contagiando a vida nacional. O futebol emerge, nesse acontecimento, não só como elemento capaz de congregar – na mesma torcida - indivíduos dos mais diferentes perfis sócio-culturais, mas também como espaço de conflitos, desavenças e rivalidades, que se encontram na base da edificação do sentimento nacional.

 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.