Brincando e Aprendendo: Aspectos Relacionais da Criança com Autismo

Por: Gabriel Vighini Garozzi, Ivone Martins de Oliveira, José Francisco Chicon, Marcos Ferreira Coelho e Maria das Graças Carvalho Silva de Sá.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.41 - n.2 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetiva compreender os aspectos relacionais de uma criança com autismo na relação com outras crianças em situações de brincadeiras. Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso. Os sujeitos foram 17 alunos, de três a seis anos, dez de um Centro de Educação Infantil, seis com autismo e uma com síndrome de Down. A coleta de dados foi feita por meio da observação participante, videogravação dos atendimentos e registros em diário de campo. A pesquisa permite constatar que o trabalho desenvolvido em ambiente social inclusivo, potencializado pela ação mediadora dos adultos e colegas mais experientes, favorece que as crianças com autismo apresentem atitudes que apontam sua predisposição para compartilhar brincadeiras com os colegas.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0101-32892019000200169&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.