Bullying em Adolescentes de Um Centro Urbano Brasileiro ? Estudo Saúde em Beagá

Por: Amanda Cristina de Souza Andrade, César Coelho Xavier, Fernando Augusto Proietti, Michelle Ralil da Costa e Waleska Teixeira Caiaffa.

Revista de Saúde Pública - v.49 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Analisar a prevalência e fatores associados ao bullying em adolescentes brasileiros.Estudo populacional com 598 adolescentes de 14 a 17 anos da área urbana de Belo Horizonte em 2009. Foram utilizados dados de um inquérito domiciliar realizado pelo Observatório de Saúde Urbana, com amostragem probabilística em três estágios: setores censitários, residência e indivíduos. Os adolescentes responderam questões sobre bullying, características sociodemográficas, comportamentos de risco à saúde, bem-estar educacional, estrutura familiar, atividade física, marcadores de hábitos alimentares e bem-estar subjetivo (percepção corporal, satisfação pessoal e satisfação com a vida atual e futura). Foram realizadas análises univariadas e múltiplas por meio do modelo de Poisson robusto.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102015000100239&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.