Caminhos Trilhados pela Educação Física no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Cuiabá

Por: .

119 páginas. 2011 23/11/2011

Send to Kindle


Resumo

Nesta pesquisa procuramos identificar e compreender os caminhos trilhados pela Educação Física no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – IFMT, Campus Cuiabá – Octayde Jorge da Silva desde o ano de 1909 até 2002. Para tanto, tem-se como subsídio teórico-metodológico a História Cultural, com abordagem qualitativa, cujas fontes primárias de consulta foram documentos oficiais encontrados nos arquivos permanente e fotográfico, além das narrativas de professores e egressos do IFMT. A partir da análise dos dados coletados, foi possível identificar os caminhos percorridos pela disciplina, destacando-se que entre 1910 a 1934, por escassez de documentos e relatos, apesar de oficialmente presente na estrutura curricular e na legislação da época, não foi possível identificar a existência da prática da Educação Física. Entre 1935 e 1944, é possível afirmar que a escola não oferecia práticas de Educação Física e nem de exercícios pré-militares, como recomendado pela legislação do período. A partir de 1945, não há dúvidas sobre a presença dessas práticas, se destacando a vigência do método francês, por meio da ordem unida, presente até o final da década de 1960 e da ginástica calistênica, que perdurou até meados da década de 1980. Vale considerar que o esporte surge como prática na década de 1950, como uma opção para os mais habilidosos e perdura até os dias de hoje, sendo que, com o tempo tal prática foi estendida para os menos habilidosos e, na década de 1980, os alunos passam a ter novas possibilidades de práticas, tais como a dança, a musculação, a ginástica aeróbica e o judô. As aulas de caráter obrigatório eram organizadas no contraturno e no decorrer dos anos as sessões semanais foram diminuindo. O planejamento das aulas nunca teve uma orientação de integração ao projeto pedagógico da instituição, sendo que o principal objetivo das aulas, apontado pelos professores, era que os alunos compreendessem a importância da atividade física para a vida. O processo de avaliação utilizado pelos professores era baseado em testes de aptidão física e na frequência nas aulas. A infraestrutura destinada a Educação Física começa a receber atenção na década de 1950, e desde então tem recebido considerável aporte financeiro, sendo possível concluir que a Educação Física tem adquirido crescente prestígio neste estabelecimento de ensino. Não foi possível identificar quem foram os professores de Educação Física entre 1910 e 1944. Entre 1945 e 1972, encontramos registros de profissionais com formação de Instrutor de Educação Física, advindos do sistema militar e do esporte de rendimento. Por sua vez, os primeiros professores graduados em nível superior e do sexo feminino chegaram de outros Estados na década de 1970, na década de 1980 começam a ser contratados professores graduados pela recém criada Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso. Dos egressos pesquisados apenas um afirma que a Educação Física não foi importante em sua formação, os demais afirmam que as aulas apesar de repetitivas eram prazerosas e foram importantes em sua formação.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.