Capoeira Angola e Pertencimento étnico-racial

Por: Simone Gibran Nogueira.

IV Colóquio de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humana

Send to Kindle


Resumo

O presente ensaio tem objetivo de trazer algumas reflexões sobre como processos educativosda capoeira angola podem contribuir para a construção do pertencimento étnico-racial de seuspraticantes. Para tanto, há uma breve apresentação da prática social da capoeira angola econsiderações sobre seus processos educativos, assim como a apresentação de compreensõescentrais sobre pertencimento e relações étnico-raciais no Brasil. O texto é finalizado comalguns exemplos de como o referido pertencimento pode ser construído a partir da prática dacapoeira angola e como seus processos educativos podem servir como base para a elaboraçãode diretrizes curriculares para a Educação das Relações Étnico-Raciais em nosso país.

Endereço: http://motricidades.org/conference/index.php/cpqmh/4cpqmh/paper/view/158

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.