Capoeira Para Deficientes Visuais: Comparação do Equilíbrio Entre Praticantes e Não Praticantes de Capoeira

Por: Fábio Sprada de Menezes e Janaína Barbosa Matos.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.34 - n.1 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: Comparar o equilíbrio de deficientes visuais praticantes e não praticantes de capoeira. Método: 10 deficientes visuais (20 a 47 anos), escolhidos de forma não probabilística intencional, capoeiristas n=5 e não capoeiristas n=5, submetidos à Escala de Equilíbrio de Berg – EEB e Escala Internacional de Eficácia de Quedas – FES-I. Resultados: A média dos valores da EEB foi de 55,4 ± 1,34 para os capoeiristas; 54 ± 1,58 para os não capoeiristas, quanto na FES-I foi de 27 ± 7,64 para os capoeiristas; 35 ± 8,12 para os não capoeiristas. Conclusão: Não houve diferença estatística significativa na comparação do equilíbrio entre os praticantes e não praticantes de capoeira, embora os capoeiristas tenham obtido melhor desempenho nos dois testes aplicados.

Endereço: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/612

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.