Capoeiras: Gênero e Hierarquias em Jogo

Por: Camila Rocha Firmino.

109 páginas. 2011 25/03/2011

Send to Kindle


Resumo

A dissertação tem por objetivo analisar como acepções de gênero atravessam o sistema simbólico da capoeira visto que, embora tenha sido notado o crescimento do número de praticantes mulheres em altas graduações, nos últimos 10 anos, esse número ainda figura incipiente. O trabalho avalia as relações de gênero a partir da etnografia realizada em um grupo de capoeira na cidade de Campinas/SP, confrontada com informações da trajetória pessoal da pesquisadora, como praticante. O gênero foi observado como um marcador de diferença que, nos discursos sobre corporalidade, desencadeia a diferenciação. Porém, no nível da disputa por prestígio, que ocorre na roda, o elemento que opera como ordenador de status dos/as praticantes é a habilidade e, por conseguinte, a diferenciação pode ser deslocada da dimensão da identidade de gênero para a dimensão do sistema valorativo da capoeira. O deslocamento da diferenciação ocorre quando mulheres adentram ou pretendem adentrar a esfera da luta corporal, necessária para se alcançar uma posição de prestígio. Assim, o trabalho busca explorar tanto apreensões correntes sobre corpo e diferença sexual que subsidiam a diferenciação baseada no gênero, quanto possibilidades de desestabilizar essa diferenciação.

Endereço: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/207

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.