Características e Circunstâncias das Quedas Seguidas de Fratura Grave Entre Idosos no Rio de Janeiro, Brasil.

Por: Evandro Silva Freire Coutinho, Kátia Vergetti Bloch e Laura C. Rodrigues.

Cadernos de Saúde Pública - v.25 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

A informação sobre as circunstâncias envolvendo as quedas em idosos estão bem descritas em alguns países desenvolvidos. No entanto, pouco se conhece sobre elas nos países em desenvolvimento. O objetivo desse artigo é descrever as circunstâncias e características das quedas que produziram fratura grave entre idosos do Rio de Janeiro, Brasil. Os casos foram obtidos de dois estudos caso-controle para investigar fatores de risco para fraturas graves decorrentes de quedas indivíduos com 60 anos ou mais. Esses indivíduos foram estratificados por variáveis clínicas, sócio-demográficas e circunstâncias do acidente. Cerca de ¾ da amostra era composta de mulheres. Fratura de fêmur foi a mais comum, sendo mais freqüente no grupo acima de 70 anos. A maioria das quedas ocorreu no domicílio, entre 6 e 18 horas, mas os locais em que se deram variaram segundo sexo e idade. A maior parte dos acidentes não foi atribuída a escorregar ou tropeçar. Os dados observados nessa amostra não diferiram substancialmente daqueles encontrados em estudos conduzidos em países desenvolvidos.

Palavras-chave :

Endereço: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2009000200024&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.