Características Dermatoglíficas, Somatotípicas e das Qualidades Físicas Básicas de Atletas de Alto Rendimento do Basquetebol Brasileiro

Por: Fábio Ganime Bastos.

161 páginas. 2005

Send to Kindle


Resumo

O objetivo geral deste estudo foi realizar comparações intra e intergrupos das ,características dermatoglíficas, somatotípicas e as qualidades físicas: resistência ,aeróbica, velocidade de deslocamento e salto vertical em atletas das Seleções ,Brasileiras de basquetebol masculino, nas categorias adulta e juvenil Este estudo. de cunho descritivo com tipologia comparativa utilizou-se de uma amostra ,composta de n=23 atletas convocados para as Seleções Brasileiras na modalidade basquetebol masculino no ano de 2003 Os protocolos utilizados foram: o dermatoglífico, de Cummins e Midlo, método somatotipológico, de Health & Carter. ergoespirometria para a resistência aeróbica, velocidade de deslocamento avaliada com foto célula e o tapete Jump T est para a verificação do salto vertical No tratamento estatístico, foi realizado o teste de Shapiro-Wilk a fim de verificar a normalidade dos grupos. Foi empregada a ANOVA, para comparação das médias dos grupos Foi realizado o teste post hoc de Scheffé para verificar as diferenças intragrupos. O test t de Student foi utilizado para as comparações intergrupos. Não foram verificadas diferenças significativas entre as posições de uma mesma equipe e também entre as duas seleções nas características dermatoglíficas.Não foram verificadas diferenças significativas entre as duas seleções no somatótipo, que foi caracterizado em ambas, como meso-ectomorfico No entanto, tanto nos armadores, quanto nos pivôs da seleção juvenil. foi encontrado o mesomorfismo balanceado. Não foram verificadas diferenças significativas nas qualidades físicas entre as posições dos jogadores na seleção adulta, enquanto na seleção juvenil, os pivôs obtiveram valores de V02 Max inferiores aos armadores e alas. Foi verificado que a seleção juvenil possui uma maior resistência aeróbica, pois os valores médios de V02 Max apresentaram-se mais elevados que os da seleção adulta. Não foram verificadas diferenças entre as duas seleções no salto vertical. Os efeitos nas variações do estado físico atual ocorrem mesmo quando a seleção possui o genótipo considerado adequado Este fato demonstra que pode haver um desvio do alto rendimento por estratégias equivocadas de treinamento, que ,influenciariam o fenótipo. Isto ocorre provavelmente, pela não otimização destas ,características genotípicas durante o processo de treinamento.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2261&listaDetalhes%5B%5D=2261&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.