Características Espaço-temporais do Andar Para Trás em Indivíduos com Hemiparesia

Por: Herber Stella Maris Michaelsen e Vanessa Herber.

Motriz - v.17 - n.4 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi comparar as variáveis espaço-temporais entre o andar para  frente (AF) e para trás (AT) em indivíduos com hemiparesia. Dez participantes com hemiparesia crônica 
(30,6±25,1 meses), comprometimento motor leve (20-31 pontos no Fugl-Meyer-membro inferior), bom  equilíbrio (escore=50±7 na escala de Berg) e marcha independente (capaz de caminhar 10 metros sem 
auxilio) foram filmados caminhando em velocidade confortável, com marcadores reflexivos nos maléolos  laterais. As variáveis comprimento, duração e velocidade da passada, bem como duração do apoio foram  analisadas pela ANOVA com 2 fatores: tarefa e membro inferior. O comprimento da passada foi menor  (~44cm) no AT do que no AF (F(1,18)=130,94; p≤0,001), assim como a velocidade da passada 
(F(1,18)=163,78;p≤0,001) e da marcha (t19=10,99;p≤0,001). A duração da passada e do apoio foram  respectivamente maiores, ~0,18s e ~8%, no AT do que no AF, (F(1,18)=11,98; p=0,003; F(1,18)=32,00; 
p≤0,001, respectivamente). Embora o comprimento da passada do AT seja reduzido, o maior tempo do MI  parético suportando o peso do corpo no AT pode ser um indicador relevante na reabilitação motora. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/3835/pdf_136

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.